Trabalho

*
Link permanente para esta mensagem:___ http://wp.me/s1oMor-trabalho
*

*
Nos Compromissos do Trabalho
*
Nunca se envergonhe, nem se lamente de servir.

Enriquecer o trabalho profissional, adquirindo conhecimentos novos, é simples dever.

Colabore com as chefias através da obrigação retamente cumprida, sem mobilizar expedientes de adulação.

Em hipótese alguma diminuir ou desvalorizar o esforço dos colegas.

Jamais fingir enfermidades ou acidentes, principalmente no intuito de se beneficiar das leis de proteção ou do amparo das instituições securitárias, porque a vida costuma cobrar caro semelhantes mentiras.

Nunca atribua unicamente a você o sucesso dessa ou daquela tarefa, compreendendo que em todo trabalho há que considerar o espírito de equipe.

Sabotar o trabalho será sempre deteriorar o nosso próprio interesse.

Aceitar a desordem ou estimulá-la é patrocinar o próprio desequilíbrio.

Você possui inúmeros recursos de promover-se ou de melhorar a própria área de ação, sem recorrer a desrespeito, perturbação, azedume ou rebeldia.

Em matéria de remuneração, recorde: quem trabalha deve receber, mas igualmente quem recebe deve trabalhar.
*
Livro Fonte: Sinal Verde
Autoria Espiritual: André Luiz
Psicografia: Francisco Cândido Xavier

Anúncios

João de Barro

*
*
Por favor, click sobre a imagem para ampliá-la. Grato.
Link permanente para esta mensagem:___ http://wp.me/p1oMor-cFI
*
*

*
*
João de Barro
*
Sim!
A Mãe Natureza é quem nos ensina tudo.
Observar e procurar perceber as incontáveis mensagens que nos são passadas pelas manifestações da Mãe Natureza… é isto que nos compete!!!
O autor do PPT tirou mais de 600 fotos do sr. João de Barro e Esposa na maravilhosa tarefa da construção do ninho.
As imagens falam por si só.
Você conhece este assunto?
Pode dividir seu conhecimento?
Escreva-me: sinapseslinks@gmail.com
Muito obrigado.
Leal -71- aprendiz em todas as instâncias da Vida
*
Colaboração:
Antônio Amêndola
Serra Negra-SP
*
Download o PPT. Click aqui. Grato.

Equilíbrio

*

Equilíbrio

Busque o equilíbrio na vida

Em uma conferência numa universidade americana, um executivo falou sobre a relação entre o trabalho e outros compromissos da vida.

– Imagine a vida como um jogo de malabares, em que você lança ao ar cinco bolas. Essas bolas são o trabalho, a família, a saúde, os amigos e o espírito.

O trabalho é uma bola de borracha. Se cair, bate no chão e pula para cima. Mas as quatro outras são de vidro. Se caírem no chão, quebrarão e ficarão permanentemente danificadas.

Entenda isso e busque o equilíbrio na vida. Como?

• Não diminua seu próprio valor, comparando-se com outras pessoas. Somos todos diferentes. Cada um de nós é um ser especial. Não fixe seus objetivos com base no que os outros acham importante. Só você está em condições de escolher o que é melhor para você;

• Dê valor e respeite as coisas mais queridas do seu coração. Apegue-se a elas como a própria vida. Sem elas, a vida carece de sentido. Não deixe que a vida escorra entre os dedos, vivendo no passado ou no futuro. Se viver um dia de cada vez, viverá todos os dias de sua vida;

• Não desista, quando você ainda é capaz de um esforço a mais. Nada termina, até o momento em que se deixa tentar. Não tem admitir que não é uma pessoa perfeita;

• Não tema enfrentar riscos. É correndo riscos que aprendemos a ser valentes;

• Não exclua o amor de sua vida, dizendo que não é possível encontrá-lo. A melhor forma de receber amor é dando amor. A forma mais rápida de ficar sem amor é apegando-se demasiadamente a si próprio. A melhor forma de manter o amor é dando-lhe asas;

• Não corra tanto pela vida, a ponto de esquecer onde esteve e para onde vai;

• Não tenha medo de aprender. O conhecimento é leve. É um tesouro que se carrega facilmente;

• Não use imprudentemente o tempo ou as palavras. Eles são coisas que jamais poderemos recuperar;

• A vida não é uma corrida, mas uma viagem que deve ser desfrutada passo a passo;

• Lembre-se: ontem é história, amanhã é mistério e hoje é uma dádiva. Por isso é que se chama “presente.” Reflita sobre esses conselhos.

Leia e releia cada um deles e, aos poucos, adote-os como filosofia de vida.

Viva com equilíbrio.
*
Colaboração:
Klyvian Flores Camargo Leal – São Paulo-SP
*

Justiça do Trabalho!

*

Justiça do Trabalho!

“Receba meus cumprimentos pela iniciativa de escrever um livro relatando fatos de seu cotidiano profissional. Percebi sua preocupação com o rigor no uso do vernáculo, o que, por si só, já torna a leitura de sua obra muito agradável e extremamente proveitosa. Antevejo o sucesso de sua empreitada, já que são raras as manifestações do gênero, em que um servidor administrativo tece considerações críticas sobre as atividades de um ramo do Poder Judiciário. Em geral, o Poder Judiciário tem procurado preservar o direito de crítica, faceta da liberdade de expressão do pensamento, isentando os autores de trabalhos intelectuais de medidas punitivas.”
ELIVAL DA SILVA RAMOS.
Professor Associado de Direito Constitucional na Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo-USP.
Procurador-Geral do Estado de São Paulo.
São Paulo, SP.
*
Autor do livro: José Carlos Dutra do Carmo
Site: http://www.minhahistoria.net
E-mail: minha-historia@acserv.com.br
*
*
***