85 das infinitas religiões

*

85 das Infinitas Religiões

(ordem alfabética)

A Barquinha
Bahai
Batista Bíblica
Batista Pentecostal
Batista Renovada
Budismo
Budismo Theravada
Budismo Tibetano
Candomblé
Católica Apostólica Brasileira
Católica Apostólica Romana
Católica Armênia, Católica Ucraniana
Católica Carismática, Católica Pentecostal
Católica Ortodoxa
Convenção Batista Brasileira
Convenção Batista Nacional
Discípulos Oshoo
Esotérica
Espírita, Kardecista
Evangélica Metodista Ortodoxa
Evangélica Metodista Wesleyana
Evangélica Pentecostal Sem Vínculo Institucional
Evangélica Renovada, Restaurada e Reformada
Exército da Salvação
Hare Krishna
Hinduísmo
Igreja Assembléia de Deus Madureira
Igreja Assembléia de Deus Todos os Santos
Igreja Congregacional Cristã do Brasil
Igreja Congregacional Independente
Igreja de J.Cristo Santos dos Últimos Dias / Mormons
Igreja de Origem Pentecostal Nova Vida
Igreja do Nazareno
Igreja Evangelho Quadrangular
Igreja Evangélica Adventista da Promessa
Igreja Evangélica Adventista do Sétimo Dia
Igreja Evangélica Adventista Movimento de Reforma
Igreja Evangélica Assembléia de Deus
Igreja Evangélica Batista
Igreja Evangélica Cadeia da Prece
Igreja Evangélica Casa da Benção
Igreja Evangélica Casa de Oração
Igreja Evangélica Comunidade Cristã
Igreja Evangélica Comunidade Evangélica
Igreja Evangélica Congregacional
Igreja Evangélica Episcopal Anglicana
Igreja Evangélica Menonita
Igreja Evangélica Metodista
Igreja Evangélica Pentecostal Deus é Amor
Igreja Evangélica Pentecostal Maranata
Igreja Evangélica Pentecostal O Brasil Para Cristo
Igreja Evangélica Presbiteriana
Igreja Messiânica Mundial
Igreja Pentecostal Avivamento Bíblico
Igreja Presbiteriana do Brasil
Igreja Presbiteriana Independente
Igreja Presbiteriana Unida
Igreja Universal do Reino de Deus
Igrejas Luteranas
Ioga
Islamismo
Judaísmo
Legião da Boa Vontade / Religião de Deus
Mahicari
Neoxamânica
Nitiren
Ortodoxa Cristã
Perfect Liberty
Presbiteriana Fundamentalista
Presbiteriana Renovada
Racionalismo Cristão
Religiosidade Católica/Candomblé
Religiosidade Católica/Espírita
Religiosidade Católica/Kardecista
Religiosidade Católica/Umbanda
Santo Daime
Seicho No-Ie
Shintoismo
Soka Gakkai
Taoismo
Tenrykyo
Testemunha de Jeová
Umbanda
União do Vegetal
Zen Budismo
*
Amigo visitante deste blog, por favor, sua manifestação é muito impotante, escreva-me.
Muito obrigado,
Leal – aprendiz em todas as instâncias da Vida
sinapseslinks@gmail.com
*

Anúncios

Muitas Religiões

*

Muitas Religiões

As muitas religiões que pululam neste mundo

Não só religiões, mas também seitas que se querem como religião, sem contudo apresentar credenciais para que sejam aceitas como tais. Como exemplo, cito a doutrina denominada “Testemunhas de Jeová”.
A definição que o dicionário dá para religião é:
“1: Crença na existência de uma força ou forças sobrenaturais consideradas como criadoras do Universo, e como tal devem ser adoradas e obedecidas. 2: A manifestação de tais crenças por meio de doutrina ou ritual próprios que envolve, em geral, preceitos éticos. 3: Virtude do homem que presta a Deus o culto que lhe é devido. 4: Reverência às coisas sagradas… 8: Qualquer filiação a um sistema específico de pensamento ou crença que envolve uma posição filosófica, ética, metafísica, etc…”
Já nós, cristãos, acrescentaríamos que: “…é o desejo e o ensejo de nós, criaturas, nos religarmos ao Criador – como nosso Deus, Senhor e Pai”.
Na Terra, que Deus nos colocou como nossa morada, o homem, inspirado pelos mais diferentes espíritos, foi levado a criar e aceitar uma grande série de religiões. Religiões que, muitas vezes, em vez de congregar os homens, em paz e harmonia, o que vemos, infelizmente, é desagregação, desarmonia e odiosidade.
Vamos citar, tanto quanto sabemos, as tidas e havidas como religiões existentes na face da Terra:
– Bramanismo: Organização religiosa, social e política dos brâmanes, voltada à utilização do Veda – que domina a maior parte Índia. Crê em diversos deuses.
– Budismo: – Fundado por Siddharta Gautama (o Buda). Sistema religioso, filosófico, ético; em que o homem, em profunda meditação, se ilumina, credenciando-se a alcançar o Nirvana (céu).
– Shintoísmo: – Com as mesmas características de crença religiosa, ética, social e política do Hinduísmo, tendo na sua grei menos adeptos.
– Hinduísmo: Resultante de uma evolução secular do Vedismo e do Bramanismo, sendo crença religiosa e também filosófica e social, e muito voltada para as artes e literatura; professada também por grande parte dos povos da Índia e outros povos asiáticos.
– Islamismo: – Religião maometana, instituída por Maomé, professada pelos árabes, ou ismaelitas (descendentes de Abraão com a escrava Agar). Religião que tem como Deus único e clementíssimo, a quem denominam de Alá. Tem Jesus como profeta, mas não como Redentor e Salvador. Não aceitam a Trindade, tendo-a como idolatria, destarte crendo apenas no único Deus Pai Criador do Universo. Ensina que Deus nos criou e nos ressuscitará; crê no Juízo Final, em que serão julgados os homens, segundo sua fé e suas obras.
Maomé ou Mahommad, ao promulgar sua doutrina, declarou ser inspirado pelo anjo Gabriel. Alardeia o dito: “Alá é Deus e Maomé é o seu profeta”. Tem como sua cidade sagrada Meca e o lugar santo Caaba, onde se encontra uma pedra tida como sagrada – que caiu do Céu.
Espiritismo: – Tem como fundamento a reencarnação, em que os homens, em mortes e vidas sucessivas, vão se purificando até o ponto de galgarem o Céu. Crêem em Jesus como um grande mestre, o maior espírito que habitou a Terra – mas não como Redentor e Salvador da Humanidade, já que se têm como auto-salvadores – pelos seus próprios méritos.
Judaísmo: – Professada pelos judeus. Enquanto os cristãos se creem na Dispensação da Graça, os judeus se situam na Dispensação da Lei – estabelecida por Moisés, por determinação de Deus.
Cristianismo: – A única religião que aceita Jesus como o Messias, Mensageiro da Redenção e Salvação da Humanidade; que cumpriu a missão, dada pelo Deus Pai, na condição de Seu Filho, para, em Sua paixão e morte, consumar o Plano de redimir e salvar a posteridade humana – condicionada tal remissão e salvação àqueles que n’Ele creem, em buscando nesta fé o fazimento de obras – que se traduzem em amor ao próximo.

Carlo de Abreu Lopes é missionário credenciado pelo Conselho de Pastores de Uberaba
*
Fonte:
http://www.jornaldeuberaba.com.br/?MENU=CadernoA&SUBMENU=Opiniao&CODIGO=29755
*