Páscoa

*
Link permanente para esta mensagem:___ http://wp.me/p1oMor-dwc
*

*
Páscoa
*
ORIGEM E SIGNIFICADO DA PÁSCOA

A origem da celebração da Páscoa está na história judaica relatada na Bíblia, no livro chamado “Êxodo” significa saída, e é exatamente a saída dos judeus do Egito que esse livro relata.

Quando Ramsés II, rei do Egito, subiu ao trono, apavorou-se com o crescimento do povo de Israel, achando que esse crescimento colocava em risco o seu poder. Essa preocupação, deu início a uma série de ordens e obras levaram os judeus a um período de grande sofrimento.

Conta a Bíblia que Deus, vendo o que se passava com seu povo, escolheu Moisés para tirá-los dessa situação, dando a ele os poderes necessários para o cumprimento da missão. Na semana em que o povo de Israel iniciou sua jornada para sair d Egito, Deu ordenou que comessem só pão sem fermento e no último dia, quando finalmente estariam fora do Egito seria comemorada a primeira Páscoa, sendo esses procedimento celebrado de geração em geração.

Essa celebração recebeu o nome de Pessach, que em hebraico significa passagem, nesse caso da escravidão à liberdade. Daí surgiu a palavra Páscoa.

Jesus Cristo deu novo significado à Páscoa. Ele trouxe a “boa-nova esperança de uma vida melhor, trouxe a receita para que o povo se libertasse dos sofrimentos e das maldades praticadas naquela época.

A morte de Jesus Cristo representa o fim dos tormentos. A sua ressurreição simboliza o início de uma vida nova, iluminada e regrada pelos preceitos de Deus.

O domingo de Páscoa representa uma oportunidade de fazermos uma retrospectiva em nossas vidas, e estabelecermos um ponto de recomeço, de sermos melhores, de sairmos do “Egito”.

A DATA DA PÁSCOA

A Páscoa é comemorada no domingo seguinte à primeira lua cheia da primavera, ou seja, depois de 21 de março. Por isso, a celebração ocorre sempre entre 22 de março e 24 de abril. A partir dessa data, é que fica estabelecido o período de 46 dias, conhecido como Quaresma, que vai da Quarta-Feira de Cinzas até o Domingo de Páscoa.

A celebração da Páscoa dura cerca de 50 dias. Tem início no Domingo da Ressurreição e se estende até o fim de Pentecostes, quando se relembra a descida do Espírito Santo sobre os Apóstolos, sob a forma de línguas de fogo.
*
Colaboração:
Mário Leal Filho
São Paulo-SP
*

Páscoa, Erda Nemitz

*

*
*
Páscoa!
Queridos amigos,

com a casa cheia, toda a família reunida, fica difícil mandar mensagens individuais. Mas desejo de coração a todos uma feliz Páscoa junto com os queridos entes familiares.

Grande abraço,
Erda e Werner
*
*
Liebe Freunde,

habe das Haus voll, die gesamte Familie ist hier, so ist es mir nicht moeglich, jeden persoenlich zu schreiben. Ich wuensche jedoch aus ganzen Herzen allen eie wunderschoenes Osterfert mit den lieben Familienangehoerigen.

Herzliche Gruesse,
Erda und Werner
*
Autora: Erda Nemitz
Holambra-SP
*

Páscoa, José Rufino Xavier

*

*
*
Páscoa, José Rufino Xavier
*
O jornal O Estado de S. Paulo do último dia dois de abril de 2011, publicou uma notícia impressionante: os técnicos que lutam em Fukushima para controlar o vazamento nos reatores da usina nuclear sabem que morrerão dentro em breve. Mesmo assim, continuam o trabalho!

Embora o grupo esteja sendo conhecido como os “50 de Fukushima”, são cerca de 300 pessoas, pois trabalham por turno, em regime de revezamento. A opinião pública japonesa já os considera heróis, chamando-os de “Samurais Atômicos”.

A atitude dos “50 de Fukushima”, contudo, não advém de mera resignação diante do inevitável. Eles certamente têm consciência de estar prestando um serviço à humanidade, fazendo o possível para evitar uma catástrofe nuclear. Mesmo tendo que, com isso, pagar o preço da própria vida.

Esse altruísmo nos lembra que o ser humano é chamado a ultrapassar-se, a romper os limites impostos pelos condicionamentos que cerceiam sua frágil existência. É vocacionado a comprometer-se para além de seus interesses pessoais e negócios particulares.

Impossível não pensar na trajetória de Jesus Cristo, cujo mistério pascal vamos reviver dentro de alguns dias, na Semana Santa. A minha vida, diz Jesus no evangelho de João, ninguém a tira, sou Eu quem a dou. “Para que todos tenham vida, e a tenham em abundância” (Jo.10,10).

FELIZ PÁSCOA a todos os educadores e educandos engendrados na luta por um outro mundo, possível, que ganha um aporte de esperança nessa data especial, que leva os homens a saberem que são capazes de se entregarem a um ideal maior do que eles mesmos, ao dedicarem-se a causas que beneficiam a humanidade e o planeta.
*
Colaboração:
José Rufino Xavier
São Paulo-SP
*

Páscoa, Francisco de Assis Leonel

*

*
*
Páscoa, Francisco de Assis Leonel
*
A TODOS OS MEUS AMIGOS E FAMILIARES
Na palavra de Deus lemos, no livro , ,e de Deuteronomio, capítulo 5, versículo 15:…porque te lembraras que foste servo na terra do Egito, e que o SENHOR TEU DEUS te tirou dali COM MÃO PODEROSA, e BRAÇO EXTENDIDO…

Meu coração desejou referir-se com estas aos amigos e familiares, para lembrar, neste feriado da Páscoa, que nosso Deus é poderoso para nos livrar de qualquer situação que para nos parece impossível, mas Ele estara sempre de braço estendido, como que esperando-nos para nos resgatar de todo mal.

No livro do Apocalipse, capitulo3, versiculo 20, Jesus ressuscitado nos diz…Eis que estou à porta e bato; se alguem ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e cearei com ele e ele comigo….

Que todos nós, no almoço de Páscoa, tenhamos aberto a porta de nosso coração para Jesus Glorioso entrar e cear conosco!

Que Deus abençoe e guarde cada um de vocês!
Feliz Pascoa!
*
Autor:
Francisco de Assis Leonel
São Paulo-SP
*

Páscoa

*

*
*

Um Pouco da História da Páscoa

A Páscoa sempre representou a passagem de um tempo de trevas para outro de luzes, isto muito antes de ser considerada uma das principais festas da cristandade. A palavra “páscoa” – do hebreu “peschad”, em grego “paskha” e latim “pache” – significa “passagem”, uma transição anunciada pelo equinócio de primavera.

Para entender o significado da Páscoa cristã, é necessário voltar à Idade Média e lembrar que os antigos povos pagãos europeus, nesta época do ano, homenageavam Ostera, ou Easter, em inglês, derivada de Eostre, deusa anglo-saxã do amanhecer. Ostera (ou Ostara) é a Deusa da Primavera, que segura um ovo em sua mão e observa um coelho, símbolo da fertilidade, pulando alegremente em redor de seus pés nus. A deusa e o ovo que carrega são símbolos da chegada de uma nova vida. Ostara equivale, na mitologia grega, a Persephone. Na mitologia romana, é Ceres. Os antigos povos pagãos comemoravam a chegada da primavera decorando ovos. O próprio costume de decorá-los para dar de presente na Páscoa surgiu na Inglaterra, no século X, durante o reinado de Eduardo I (900-924), o qual tinha o hábito de banhar ovos em ouro e ofertá-los para os seus amigos e aliados.

Em hebraico, temos a “Pessach”, a chamada “Páscoa Judaica”, que se originou quando os hebreus, há cerca de 3 mil anos, celebraram o êxodo e libertação do seu povo, após 400 anos de cativeiro no Egito, pela mão de Moisés. Comemoravam assim a passagem da escravidão para a libertação: saíram do solo egípcio, ficaram 40 anos no deserto até chegar à região da Palestina, terra prometida, atualmente chamada de Israel.

A festa da Páscoa passou a ser uma festa cristã após a última ceia de Jesus com os apóstolos, na quinta-feira santa. Os fiéis cristãos celebram a ressurreição de Cristo e sua elevação ao céu. As imagens deste momento são a morte de Jesus na cruz e a sua aparição. A celebração sempre começa na quarta-feira de cinzas e termina no domingo de Páscoa: é a chamada semana santa. A data cristã foi fixada durante o Concílio de Nicea, em 325 d.C, como sendo “o primeiro domingo após a primeira Lua Cheia que ocorre após ou no equinócio da primavera boreal”.

Fonte: http://www.terra.com.br/almanaque/datas/index.htm
*
Documento original:
C:\#1_Leal\1_WPD\2006\20060321WPD_pascoa.WPD
*