Árvores cobertas com teia de aranha

*
*
Por favor, click sobre a imagem para ampliá-la. Grato.
*
*

*
*
Árvores cobertas com teia de aranha no Paquistão
*
Esse fenômeno foi o efeito inesperado de uma grande inundação ocorrida no Paquistão no ano passado.

Milhões de aranhas subiram nas árvores em busca de refúgio e envolveram-nas quase completamente, num emaranhado de teias que produziram um visual belo e assustador.

Os habitantes locais afirmam nunca terem visto fenômeno semelhante antes, e, também notaram que há menos mosquitos do que o esperado,
principalmente porque as águas ainda não recuaram totalmente.

Acredita-se que os mosquitos estão ficando presos nas teias reduzindo o risco de malária, beneficiando a população que já sofre com as chuvas da última grande monção, que deixaram um quinto do país debaixo d’água.

Nas fotos das árvores cobertas com teias de aranha, beleza assustadora.
*
Colaboração:
Eliane de Freitas Braga
Pindamonhangaba-SP
*

Anúncios

Dia Mundial da Água

*

*
*
No Dia Mundial da Água, fotos mostram disparidades no consumo

O acesso à água potável ainda é um desafio diário para grande parte das populações do mundo.

Compiladas pela BBC para o Dia Mundial da Água, nesta terça-feira, as imagens mostram diferenças entre países onde a água é um bem facilmente acessível e outros onde obter o recurso é uma tarefa arriscada e difícil.

Apesar das inúmeras fontes naturais de água no mundo –rios e lagos, em geleiras e aquíferos, chuva e neve–, a quantidade de água que diferentes países conseguem extrair para fornecer a seus cidadãos varia bastante.

Um estudo da FAO (Organização das Nações Unidas para a Agricultura e a Alimentação) identificou países onde a demanda por água excede a oferta natural do recurso. Segundo a organização, essas nações fazem maior pressão sobre as fontes de água doce.

No topo da lista dos que mais utilizam o recurso está a península árabe, onde a demanda por água doce excede em 500% a disponibilidade na região.

Isso significa custos adicionais para que a água seja trazida de fora –por caminhões-pipa ou aquedutos ou por meio da dessalinização.

BBC

Países como o Paquistão, o Uzbequistão e o Tadjiquistão também estão muito próximos de utilizar 100% de sua oferta de água doce, assim como o Irã, que usa 70% de seus recursos hídricos.

De acordo com os dados da FAO, o norte da África é outra área sob pressão, em que a Líbia e o Egito particularmente são afetados. A região possui somente metade da água doce que os países consomem.

ÁGUA DOCE

Mas a maior pressão sobre as fontes de água doce não está necessariamente nos lugares mais secos, e sim em regiões com o maior percentual da população global.

O sul da Ásia, por exemplo, consome quase 57% de sua água doce, mas abriga quase um terço da população mundial. Situações que alterem a distribuição de água nessa região –causadas por mudanças climáticas, pelo aumento do número de terras irrigadas ou pelo aumento do uso geral de água– ameaçam a vida de bilhões.

No leste da Ásia o consumo proporcional é menor –os países da região usam em média apenas 20% das suas reservas hídricas. No entanto, um terço da população do mundo vive ali.

O Brasil consome 0,72% da sua água doce renovável ou 331,48 metros cúbicos por habitante a cada ano, segundo a FAO. No entanto, 0,4% são exclusivos para a agricultura.
*
Fonte:
http://migre.me/45Xbc
*
Conheça os Direitos da Água. Click aqui.
*