Gripe Suina

*

Gripe suína agrava temor por viagens

Plantão | Publicada em 28/04/2009 às 18h21m
Reuters/Brasil Online

Por Catherine Bremer

CIDADE DO MÉXICO (Reuters) – Novos casos da gripe suína foram confirmados na terça-feira em diversas partes do mundo, e o espectro de uma pandemia começou a atingir em cheio o setor turístico, especialmente no México, onde 149 pessoas já morreram.

Nos Estados Unidos, o número de casos confirmados subiu para 65, nenhum com gravidade. O Canadá anunciou seis novos casos, e houve confirmações também em Israel e Nova Zelândia.

EUA, Canadá e União Europeia aconselharam seus cidadãos a evitarem viagens não-essenciais ao México, enquanto Cuba suspendeu durante 48 horas os voos de e para esse país. Tóquio aconselhou japoneses que estejam no México a anteciparem seu regresso.

A empresa Carnival Cruises cancelou as escalas de três navios seus no México na terça-feira, e a operadora canadense Transat AT adiou seus voos para o país até 1o de junho. O turismo é a terceira maior fonte de divisas para o México.

Algumas empresas estão adotando por conta própria restrições de viagens de seus funcionários não só para o México, mas também para qualquer outro país que tenha casos confirmados.

O presidente dos EUA, Barack Obama, pediu ao Congresso 1,5 bilhão de dólares para reagir à epidemia, e a Califórnia decretou estado de emergência, o que permite ao governo local mobilizar verbas e funcionários para o combate à doença.

A Organização Mundial da Saúde disse que uma pandemia (epidemia global) ainda não é inevitável, mas que todos os países – especialmente os mais pobres – devem se preparar para o pior. “Eles são atingidos de forma realmente desproporcional”, disse Keiji Fukuda, dirigente da OMS.

Um dos mistérios desse surto é o fato de que todas as mortes ocorreram no México, enquanto fora do país os casos foram mais benignos. Especialistas alertam que essa tendência pode não resistir ao avanço da epidemia.

Caso ocorra uma pandemia, o turismo, o comércio e a indústria devem ser afetados, revertendo os ainda frágeis sinais de recuperação na crise global. A última pandemia de gripe ocorreu em 1968, tendo origem em Hong Kong e matando cerca de 1 milhão de pessoas no mundo.

Espanha e Grã-Bretanha já confirmaram casos da nova gripe suína, e muitos outros países tem casos suspeitos.

O epicentro da crise continua sendo a Cidade do México, onde muitos moradores preferem ficar em casa – mesmo porque escolas, igrejas, cinemas e muitos restaurantes estão fechados.

O vírus não é transmitido pelo consumo da carne de porco e derivados, mas vários países, a começar por China e Rússia, proibiram a importação de carne suína dos EUA. A UE diz que não tem intenção de seguir essa medida.

“Os mercados estão fazendo aquilo que tendem a fazer, se assustar”, disse Howard Wheeldom, estrategista da BGC Partners, de Londres. “Mas, na minha opinião, isso é totalmente desnecessário.”

(Reportagem adicional de Maggie Fox em Washington; Jonathan Lynn e Laura Macinnis em Genebra; Helen Popper, Robin Emmott e Mica Rosenberg na Cidade do México; Jeff Franks em Havana; Tan Ee Lyn em Hong Kong; e Lincoln Feast em Cingapura)
*
Fonte:
http://oglobo.globo.com/mundo/mat/2009/04/28/gripe-suina-agrava-temor-por-viagens-755482475.asp
*

Anúncios

Médium

*

Médium

O que você gostaria de saber sobre “Medium”, série protagonizada por Patricia Arquette e exibida na Sony? O G1 participará de uma entrevista com o elenco e abre espaço para que os fãs enviem suas questões. Para participar, escreva sua pergunta na área de comentários, abaixo do texto.

“Medium” parou em sua quarta temporada aqui no Brasil, e a quinta deve estrear ainda neste ano, mas sem data confirmada.

Na história, os poderes mediúnicos de Allison (Patricia Arquette) são expostos ao público e viram de cabeça para baixo sua vida e a de sua família. Nos Estados Unidos, a série já está no quinto ano. Estão no elenco, além de Arquette, Jake Weber e Miguel Sandoval, entre outros. A quarta temporada contou com a participação especial de Anjelica Houston.
*
Saiba mais:
http://g1.globo.com/Noticias/PopArte/0,,MUL1095959-7084,00-FACA+SUA+PERGUNTA+SOBRE+A+SERIE+MEDIUM.html
*

São Jorge

*

São Jorge

RIO – A fé em São Jorge virou uma disputa entre religiosos de diferentes crenças, no Centro da Cidade, nesta quinta-feira, e por pouco não se transformou em confronto. No início da tarde, um grupo de 200 umbandistas do templo espírita Ogun Megê protestou contra o que acusou ser intolerância religiosa por parte da Igreja Católica. Eles contaram que foram impedidos de passar com uma carreata nas proximidades da Igreja de São Jorge, na Praça da República, pelo vice-ministro da igreja, padre Marcos Rogério Ventura, apesar de terem autorização da Polícia Militar e dos Bombeiros para a realização do evento.

Já o padre explicou que a carreata não poderia atravessar a missa, que está sendo realizada do lado de fora da igreja, na Avenida Presidente Vargas, em razão da multidão de fiéis que se aglomeram no local. Impedidos de atravessar a avenida, os umbandistas se refugiram no Campo de Santana, onde realizam seu culto em homenagem ao santo, bem de frente à igreja.
*
Fonte:
http://oglobo.globo.com/rio/mat/2009/04/23/grupos-religiosos-de-crencas-distintas-disputam-espaco-no-centro-por-sao-jorge-755399413.asp
*