Histórico do NEU UERJ

*
Link permanente:___ http://wp.me/p1oMor-fUl
*
20130501_NEU_UERJ
*
Histórico do NEU UERJ
*
O Grupo de Estudos na Faculdade de Ciências Médicas

“Em agosto de 1999 tivemos a felicidade de receber a informação de que um grupo de alunos e funcionários estava se reunindo na Faculdade de Ciências Médicas da UERJ. Recebemos a notícia do próprio grupo que compareceu a um estudo e fez a divulgação. Para aqueles que não conhecem a UERJ, a FCM fica em outro endereço, um pouco distante do Pavilhão João Lyra Filho, o que dificultou muito o acesso e a divulgação das reuniões organizadas pelo NEU, anteriormente.

Rapidamente fizemos o convite para que este grupo fizesse parte do calendário do NEU como mais uma reunião espírita na UERJ. Agora esse grupo é um polo do NEU na FCM. Pedimos então para que nos contassem como foi o início das suas atividades, num e-mail da Eva, uma das coordenadoras, ela contou como foi:

-“…por volta de agosto de 1998, eu (Eva) e Carol, ambas espíritas e estudantes de Medicina, pensamos que seria interessante formar um grupo em que se falasse sobre o Espiritismo, visto que somente na nossa sala que possuía 90 alunos, aproximadamente 15 eram espíritas, simpatizantes ou pertenciam a família espírita. Procuramos então as pessoas que quisessem participar.

“Nossa primeira reunião foi num corredor da FCM junto a outros alunos que cursavam o segundo ano do curso de Medicina. Nosso objetivo ao criar este grupo era não só formarmos um local de estudos sobre Medicina e Espiritismo, como também promovermos algum trabalho assistencial. E foi o que tentamos fazer durante o segundo semestre de 98. Visitamos um orfanato de deficientes físicos e mentais em Niterói, através de uma de nossas amigas e fizemos de maneira improvisada alguns estudos, principalmente sobre temas científicos à luz do Espiritismo.

“Em 1998 iniciamos nossos estudos na sala de estudos do espaço Jayme Landman, passando a estudar temas básicos, evangélicos e científicos da Doutrina Espírita. Nossos estudos são feitos pelos próprios integrantes e convidados, num espaço que comporta 30 pessoas, estudantes e funcionários da UERJ e do Hospital Universitário Pedro Ernesto.”

Rio de Janeiro, agosto de 1999
Liliane de Souza Franco
Coordenadora do NEU UERJ
*
Colaboração:
Prof.Dr. Luiz Carlos Formiga
Rio de Janeiro-RJ

Anúncios