Expoflora 2011

*
*
Link permanente para esta mensagem:___ http://wp.me/p1oMor-cx7
*
*

*
*
Expoflora 2011
Link: http://expoflora.com.br/
*
Esse ano, tema da exposição de arranjos florais, uma das principais atrações da Expoflora, é o Ano Holanda Brasil, em comemoração aos 100 anos da imigração holandesa no país. Entre as atrações fixas estão, também, a 7ª Mostra de paisagismo e jardinagem, Minha Casa & Meu Jardim, a Chuva de Pétalas, o passeio turístico por Holambra, que inclui a visita a um campo de flores, as danças folclóricas e a culinária holandesa.

O nome Holambra, cidade onde o evento acontece, é a junção das palavras Holanda, América e Brasil. Trata-se de uma antiga colônia holandesa localizada a 140 km da Capital de São Paulo. Com apenas 10 mil habitantes, o município responde por 40% do comércio brasileiro de flores e plantas ornamentais e por 80% das exportações. Durante o mês do evento, a cidade recebe cerca de 300 mil visitantes
*
Agradecimento do Leal para a amiga Erda Nemitz
*
Amiga Erda, é uma grande Alegria tê-la encontrado nesta encarnação.
Faz tempo que nos encontramos…e…é só Alegria!
Quantas e linda informações trocadas sobre as lides Espíritas.
Erda, desta feita você alegrou nossos Corações ainda mais ao nos enviar este CD maravilhoso.
Eu, a Christina e a Ruth…adoramos!
*
Não podemos deixar de agradecer as fotos das flores:
11-08-15 001.JPG
11-08-15 005.JPG
11-08-15 007.JPG
11-08-15 008.JPG
11-08-15 009.JPG
11-08-31 002.JPG
11-08-31 005.JPG
11-08-31 006.JPG
11-09-12 002.JPG
11-09-12 003.JPG
11-09-19 001.JPG
11-09-19 002.JPG
*
Erda, sejam Abençoados!
Muito obrigado!
Fraternalmente,
Leal -71- aprendiz em todas as instâncias da Vida
sinapseslinks@gmail.com
*

Obrigado Senhor!

*
*
Link permanente para esta mensagem:___ http://wp.me/p1oMor-cwv
*
*

*
*
Flores!
Magníficas Flores!
Assista ao deslumbrante desabrochar das Flores!
Click aqui. Grato.
*
Colaboração:
Eliane de Freitas Braga
Pindamonhangaba-SP
*
Cáctos!
Faça o download deste lindíssimo PPT. Click aqui. Grato.
*
Colaboração:
Erda Nemitz
Holambra-SP
*

Egrégora

*
*

*
*

Egrégora

Egrégora (do grego “Egregorien”, que significa “velar”, “cuidar”):

É a atmosfera coletiva plasmada espiritualmente num certo ambiente, decorrente do somatório dos pensamentos, sentimentos e energias de um grupo de pessoas voltado para a produção de climas virtuosos no mundo.

É a atmosfera psíquica resultante da reunião de grupos voltados para trabalhos e estudos baseados na LUZ.

Pode-se dizer que toda reunião de pessoas para a prática do Bem e da Virtude (independente de linha espiritual) forma uma egrégora específica, uma verdadeira entidade coletiva luminosa, a qual se agregam várias outras consciências extrafísicas alinhadas com aquela sintonia espiritual para um trabalho interdimensional.

Provavelmente foi por isso que Jesus ensinou:
“Onde houver dois ou mais em meu nome, aí eu estarei.”

O trabalho Ritual regular, constante, harmônico somado aos interesses superiores de seus praticantes é a fonte geradora de um nível vibratório elevado, alimentador constante de uma Egrégora capaz de gerar paz, evolução espiritual e conhecimento aos que dela usufruem.

Todos os agrupamentos humanos possuem suas egrégoras características:
todas as empresas, clubes, religiões, famílias, partidos, etc. 

Muitos dizem que não se deve misturar egrégoras de trabalhos diferentes, porém, quando o Amor se manifesta, desaparece qualquer ideologia doutrinária, e só fica o que interessa: a LUZ.

Egrégora é como um filho coletivo, produzido pela interação “genética” das diferentes pessoas envolvidas.

Se a egrégora é produzida por grupos de pessoas, basta você se aproximar e freqüentar as pessoas certas:
gente feliz, descomplicada, saudável, de bom caráter, boa índole.

Mas também com fibra, dinamismo e capacidade de realização;
sem vícios nem mentiras, sem preguiça ou morbidez.

Uma vez obtido o grupo ideal, todas as egrégoras geradas ou nas quais você penetre, vão induzi-lo à saúde, ao sucesso, à harmonia e à felicidade.

O dia em que os homens despertarem para climas mais universalistas e cosmoéticos, com certeza, esse mundo será melhor de viver.

Viva a LUZ, pouco importa o nome, o grupo ou a doutrina que fale dela.

E viva os mentores espirituais que ajudam a todos, independente de credo, raça ou cultura esposada.

Wagner Borges
Instituto de Pesquisas Psíquicas Imagick
*
Publicado em: SinapsesLinks
https://sinapseslinks.wordpress.com/
*
Colaboração:
Erda Nemitz
Holambra-SP
*
Link permanente: http://wp.me/s1oMor-egregora
*

Perpetuação dos nossos genes

*
*

*
*
Perpetuação dos nossos genes
*
Nossos filhos se tornaram adultos e tiveram filhos. O nascimento de um neto é evidência de que não somos mais necessários para a perpetuação de nossos genes. Desse momento em diante a vida seguirá em frente, estejamos ou não por perto.
*
Autor: dr. Drauzio Varela
*
Faça o download do PPT. Click aqui. Grato.
*
Colaboração:
Erda Nemitz
Holambra-SP
*

Páscoa, Erda Nemitz

*

*
*
Páscoa!
Queridos amigos,

com a casa cheia, toda a família reunida, fica difícil mandar mensagens individuais. Mas desejo de coração a todos uma feliz Páscoa junto com os queridos entes familiares.

Grande abraço,
Erda e Werner
*
*
Liebe Freunde,

habe das Haus voll, die gesamte Familie ist hier, so ist es mir nicht moeglich, jeden persoenlich zu schreiben. Ich wuensche jedoch aus ganzen Herzen allen eie wunderschoenes Osterfert mit den lieben Familienangehoerigen.

Herzliche Gruesse,
Erda und Werner
*
Autora: Erda Nemitz
Holambra-SP
*

Voltaire

*

Voltaire
François-Marie Arouet
(1694-1778)

Voltaire defendia o direito de todo homem expressar livremente suas opiniões e crenças. “Tratado sobre a Tolerância” foi escrito há quase 250 anos, mas você vai perceber que ele ainda é atual.

O célebre “Tratado sobre a Tolerância’’ de Voltaire 1763

“Não é mais aos homens que me dirijo. É à você, Deus de todos os seres, de todos os mundos e de todos os tempos: Que os erros agarrados à nossa natureza não sejam motivo de nossas calamidades.

Você não nos deu coração para nos odiarmos nem mãos para nos enforcarmos. Faça com que nos ajudemos mutuamente a suportar o fardo de uma vida penosa e passageira.

Que as pequenas diferenças entre as vestimentas que cobrem nossos corpos, entre nossos costumes ridículos, entre nossas leis imperfeitas e nossas opiniões insensatas não sejam sinais de ódio e perseguição.

Que aqueles que acedem velas em pleno dia para Te celebrar, suportem os que se contentam com a luz do sol.

Que os que cobrem suas roupas com um manto branco para dizer que é preciso Te amar, não detestem os que dizem a mesma coisa sob um manto negro.

Que aqueles que dominam uma pequena parte desse mundo, e que possuem algum dinheiro, desfrutem sem orgulho do que chamam poder e riqueza e que os outros não os vejam com inveja, mesmo porque, Você sabe que não há nessas vaidades nem o que invejar nem do que se orgulhar.

Que eles tenham horror à tirania exercida sobre as almas, como também execrem os que exploram a força do trabalho. Se os flagelos da guerra são inevitáveis, não nos violentemos em nome da paz.

Que possam todos os homens se lembrar que são irmãos!’’

Frases de Voltaire

“A primeira lei da natureza é a tolerância, já que temos todos uma porção de erros e fraquezas.’’

“Pense por si mesmo e dê às outras pessoas o direito de fazer o mesmo.’’

“Eu discordo do que você diz, mas defenderei até a morte o seu direito de dizê-lo.”

“A ignorância afirma ou nega veementemente; a ciência duvida.’’

“Julgue-se um homem mais pelas suas perguntas do que pelas suas respostas.”

Voltaire era o pseudônimo de François-Marie Arouet. Ele foi ensaísta, escritor e filósofo iluminista. Suas idéias tiveram influência nos processos da Revolução Francesa e da Independência dos Estados Unidos. Nasceu em Paris, em 21 de novembro de 1694 e lá morreu, em 30 de novembro de 1778.
*
Colaboração:
Erda Nemitz
Holambra-SP
*
Click aqui para obter o PDF
*
Publicado em: SinapsesLinks
http://sinapseslinks.blogspot.com/
*

Atitudes de Urgência

*

Atitudes de urgência

Emmanuel
Francisco Cândido Xavier

Em favor da paz em ti e em torno de ti, não te esqueças das atitudes de urgência.

Cultiva a fé em Deus, para que não te falte a tranquilidade de espírito.

Age sempre, buscando servir.

Lembra-te de que outros farão a ti o que fizeres aos outros e com os outros.

Espalha o bem que puderes, onde puderes e quanto puderes.

Não cobres tributos de gratidão.

Evita o ressentimento, para que o ódio não se te faça veneno na vida e no coração.

Esqueça as ofensas, incondicionalmente, na certeza de que as agressões pertencem aos agressores.

Se erraste, apressa-te a corrigir-te.

Cumpre o dever a que te empenhaste.
Não descarregues em ombros alheios as obrigações que te competem.

Não acredites em facilidades sem preço.

Nos instantes de crise, não te suponhas a única pessoa em provação sobre a Terra, para que a tua dor não se converta em perturbação.

Nessas diretrizes, seguiremos tranquilos, estrada adiante, e, conquanto as imperfeições de que ainda sejamos portadores, estaremos, com a Bênção de Deus, na condição de obreiros da paz.

Texto:
Xavier, Francisco C. Atitudes de urgência (parcial). Urgência, [ditado] pelo espírito de Emmanuel. São Bernardo do Campo, SP: GEEM – Grupo Espírita Emmanuel, 2009.
*
Produção:
Gilmar da Cunha Trivelato
e-mail: gilmar.trivelato@gmail.com
31/01/2011.
*
Colaboração:
Erda Nemitz
Holambra-SP
*
Publicado em: SinapsesLinks
http://sinapseslinks.blogspot.com/
*

Roteiro

*

Roteiro

No corpo humano, temos na Terra o mais sublime dos santuários e uma das supermaravilhas da obra divina.

A bênção de um corpo, ainda que mutilado ou disforme, na Terra, é como preciosa oportunidade de aperfeiçoamento espiritual, o maior de todos os dons que o nosso planeta pode oferecer.

O corpo é para o homem santuário real de manifestação, obra-prima do trabalho seletivo de todos os reinos em que a vida planetária subdivide.

Os aleijões de nascença e as moléstias indefiníveis constituem transitórios resultados dos prejuízos que, individualmente, causamos à corrente harmoniosa da evolução.

A energia mental é o fermento vivo que improvisa, altera, constringe, alarga, assimila, desassimila, integra, pulveriza ou recompõe a matéria em todas as dimensões.

Por isso mesmo, somos o que decidimos, possuímos o que desejamos, estamos onde preferimos e encontramos a vitória, a derrota ou a estagnação, conforme imaginamos.

Os acontecimentos obedecem às nossas intenções e provocações manifestas ou ocultas.

Encontraremos o que merecemos, porque merecemos o que buscamos.

A existência, pois, para nós, em qualquer parte, será invariavelmente segundo pensamos.

A mente é manancial vivo de energias criadoras.

O pensamento é substância, coisa mensurável.

Encarnados e desencarnados povoam o planeta, na condição de habitantes dum imenso palácio de vários andares, em posições diversas, produzindo pensamentos múltiplos que se combinam, que se repelem ou que se neutralizam.

O idealismo operante, a fé construtiva, o sonho que age, são pilares de todas as realizações.

Quem mais pensa, dando corpo ao que idealiza, mais apto se faz à recepção das correntes mentais invisíveis, nas obras do bem ou do mal.

O Homem permanece envolto em largo oceano de pensamentos, nutrindo-se de substância mental em grande proporção.

Toda criatura absorve, sem perceber, a influência alheia nos recursos imponderáveis que lhe equilibram a existência.

Em forma de impulsos e estímulos, a alma recolhe, nos pensamentos que atrai, as forças de sustentação que lhe garantem as tarefas no lugar em que se coloca.

Nossa inspiração está filiada ao conjunto dos que sentem como nós, tanto quanto a fonte está comandada pela nascente.

Somos obsidiados por amigos desencarnados ou não e auxiliados por benfeitores, em qualquer plano da vida, de conformidade com a nossa condição mental.

Precisamos compreender – repetimos – que os nossos pensamentos são forças, imagens, coisas e criações visíveis e tangíveis no campo espiritual.

Atraímos companheiros e recursos, de conformidade com a natureza de nossas idéias, aspirações, invocações e apelos.

Cada criatura recebe de acordo com aquilo que dá.

Cada alma vive no clima espiritual que elegeu, procurando o tipo de experiência em que situa a própria felicidade.

Estejamos, assim, convictos de que os nossos companheiros na Terra ou no Além são aqueles que escolhemos com as nossas solicitações interiores, mesmo porque, segundo antigo ensinamento evangélico, “teremos nosso tesouro onde colocarmos o coração”.
*
Texto:
Frases extraídas da obra: Emmanuel (Espírito). Roteiro, [ditada] pelo espírito de Emmanuel, psicografada por Francisco Cândido Xavier. Rio de Janeiro: FEB, 1952.
*
Produção:
Gilmar da Cunha Trivelato
e-mail: gilmar.trivelato@gmail.com
Belo Horizonte, 7 de agosto de 2010.
*
Colaboração:
Erda Nemitz
Holambra-SP
*
Publicado em: SinapsesLinks
http://sinapseslinks.blogspot.com/
*

Filme Nosso Lar

*

Caros amigos,

Acabo de ver o filme Nosso Lar.

É simplismente maravilhoso! O diretor Wagner de Assis conseguiu materializar a obra prima dos nossos amados André Luiz / Chico Xavier com perfeição em termos cinematográficos. Além disso, Wagner presta uma homenagem maravilhosa a Emmanual e Chico. As cenas da cidade Nosso Lar são perfeitas do ponto de vista de uma estética nova na cinematografia. Um detalhe; o filme apesar de ser temática espírita não é um filme somente para espíritas e sim para todos. Tem cenas emocionantes que nos leva as lágrimas que só um diretor espírita faria.

Parabéns Wagner Assis. Você fez o primeiro filme 100% espírita da história baseado numa obra espírita sem falar em espiritismo. O que você fez para o cinema, aprendemos com Kardec, Emmanuel, André e Chico Xavier.

Vamos ao cinema dia 3/9. Verei de novo.

OCEANO VIEIRA DE MELO
Documentarista e pesquisador espírita
*
Colaboração:
Erda Nemitz
Holambra-SP
*

Doença

*

Sua doença é o seu aliado, não seu inimigo

Este é um artigo publicado no “La Vanguardia em 27/11/2002”, é uma entrevista antiga, mas de grande interesse. A Entrevistada por Victor-M.Amela é Ghislaine Lanctot (que aparece na foto), uma ex-médica e autora de “A Máfia Médica”, que desafia o atual sistema de saúde.

Tenho 61 anos e nasci em Montreal (Canadá). Fui médica e hoje sou Ghislaine Lactot, médica da alma.

Divorciei-me duas vezes, tenho quatro filhos (de 37e 28 anos) e quatro netos.

Política? Soberania individual! Acredite em si mesmo: você é divino e se esqueceu.

A medicina moderna promove a doença, não a saúde: a denúncia sobre isso está em meu livro “A Máfia Médica”.

Estou gripado, o que você me receita?
– Nada.
Nem um pouco de Frenadol?
– Por quê? Para encobrir os sintomas? Não. Cuide de seus sintomas, ouça-se! E sua alma vai lhe dar a receita.

Mas eu fico na cama ou não?

– Pergunte a si mesmo, e faça o que você sente que lhe convém mais. Acredite em si mesmo!

Mas os vírus não se importam com o que eu acredito!

Oh, agora vejo: você escolhe o papel de vítima. Sua atitude é: “Eu peguei a gripe. Eu sou uma vítima de um vírus. Preciso de remédio”!

– Claro que sim, como todos…

Bem, aí está… Minha atitude seria: “Eu me dei uma gripe de presente. Eu sou o responsável! Devo me cuidar um pouco”. E eu gostaria de ir para a cama, repousaria, relaxaria, meditaria um pouco sobre como eu tenho me maltratado ultimamente…

– V. se deu uma gripe de presente, você diz?

Sim! Sua doença vem de você, e não de fora. A doença é um presente que você faz para se encontrar consigo mesmo.

– Mas ninguém quer uma doença…

A doença reflete uma desarmonia interna em sua alma. Sua doença é o seu aliado, sinaliza que olhe para sua alma e veja o que acontece com você. Agradeça, pois lhe dá a oportunidade de fazer as pazes com você mesmo!

– Talvez o mais prático fosse um comprimido…

Fazer a guerra contra a doença? Isso é o que sugere a medicina de hoje, e as guerras matam, sempre trazem a morte.

– Não me diga agora que a medicina mata…

Um terço das pessoas hospitalizadas o são pelo efeito dos medicamentos! Nos Estados Unidos, 700.000 pessoas morrem anualmente por causa dos efeitos colaterais dos medicamentos e dos tratamentos hospitalares.

– Morreriam do mesmo jeito sem medicação, ora.

Não. Não se mudarmos o foco: a medicina moderna se esqueceu da saúde, é uma medicina da doença e da morte! Não é uma medicina da saúde e da vida.
Medicina da doença? Esclareça!…

Na China antiga, um acupunturista era demitido se o seu paciente ficasse doente. Ou seja, o médico cuidava de sua saúde! Entende? Toda nossa medicina é, portanto, um fracasso total.

– Prefere remédios alternativos, por quê?

Eles respeitam mais o corpo que a medicina industrial, é claro: a homeopatia (será a medicina do século XXI!) Acupuntura, fitoterapia, reflexoterapia, massoterapia… a prática da yoga… a meditação… são mais baratos… e bem menos perigosos.
– Mas eles não salvam ninguém do câncer.

Diga isso à medicina convencional! Ela o salvaria de um câncer?
– Pode fazer isso, sim.

O que fará com certeza é lhe envenenar com coquetéis químicos, lhe queimar com radiação, lhe mutilar com extirpações…

E, ainda por cima, a cada dia há mais câncer! Por quê? Porque as pessoas vivem esquecendo sua alma (que é divina): a paz de sua alma será a sua saúde, porque seu corpo é o reflexo material da sua alma. Se você se reencontrar com sua alma, se estiver em paz com ela… não haverá câncer!

– Belas palavras, mas se seu filho tivesse câncer, o que você faria?

Alimentaria sua fé em si mesmo: isso fortalece o sistema imunológico, o que afasta o câncer. O medo é o pior inimigo! O medo compromete a sua autodefesa. Nada de medo, nada de se render ao câncer! Tranqüilidade, convicção, delicadeza, terapias suaves…

– Desculpe-me, mas faz mais sentido ir a um oncologista, um médico especialista.

A medicina convencional só deve ser o último recurso, o extremo mesmo… E se sua alma estiver em paz, você nunca irá precisar dela.

– Bem, tenhamos então a alma em paz… mas, se por acaso encontrarem a vacina.

Não! Elas são produzidas com células de ovário de hamster cancerizadas para multiplicá-las e cultivá-las em um soro de bezerro estabilizado com alumínio (Este da hepatite B, com seu vírus): Você injetaria seus filhos com isso?

– Já tenho feito isso várias vezes…

E eu com os meus: Eu era médica, mas ainda não sabia o que sei agora … No entanto, hoje meus filhos já não vacinam a seus filhos!

– Acho que vou continuar com as vacinas…

Por quê? A medicina atual mata moscas com um martelo: nem sempre morre a mosca, mas sempre se quebra a mesa de cristal. Há tantos efeitos colaterais…

– Por que abominou a medicina?

Tornei-me uma médica para ajudar.
Eu me concentrei em Flebologia, as veias varicosas. Cheguei a ter várias clínicas. Mas fui percebendo o poder mafioso na indústria médica, que prejudica nossa saúde, que vive à custa de que estejamos doentes! Denunciei isso… e fui expulsa da faculdade de Medicina.

– Ou seja, você já não pode prescrever remédios…

Melhor! Os medicamentos são fabricados pensando na lógica industrial do máximo benefício econômico, e não pensando em nossa saúde. Pelo contrário: se estamos doentes, a máfia médica continua fazendo dinheiro!

– E a quem interessa a “máfia médica”?

À Organização Mundial de Saúde (OMS), às multinacionais farmacêuticas que a financiam, aos governos obedientes, aos hospitais e médicos (muitos por ignorância)… O que está por trás disso? O dinheiro!

– Você não escolhe nenhum inimigo pequeno…

Eu sei, porém, se eu tivesse me calado, teria ficado doente e hoje estaria morta.

– Qual foi sua última doença?

Dois dias atrás, heheee… uma diarréia!
– E para refletir o que em sua alma?

Oh, eu não sei, eu não analisei… simplesmente limitei-me a não comer… E já me sinto bem!

– Mas, e se ficar muito mal, hein?

Sei, sei… Se a doença for visitá-lo, acolha-a, abrace-a! Faça as pazes com ela! Não saia correndo como louco para encontrar um médico, um salvador… Seu salvador vive dentro de você. Seu salvador é você. Você é Deus!

*****

“Os homens sempre esquecem que a felicidade humana é uma disposição da mente e não uma condição circunstancial.”
John Lodke
*
Colaboração:
Erda Nemitz
Holambra-SP
*
Publicado em: SinapsesLinks
http://sinapseslinks.blogspot.com/
*

Leis da Espiritualidade

*

Quatro leis da espiritualidade

Na Índia, são ensinadas as “quatro leis da espiritualidade”:

A primeira diz: “A pessoa que vem é a pessoa certa”.
Ninguém entra em nossas vidas por acaso. Todas as pessoas ao nosso redor, interagindo com a gente, têm algo para nos fazer aprender e avançar em cada situação.

A segunda lei diz: “Aconteceu a única coisa que poderia ter acontecido”.
Nada, nada absolutamente nada do que acontece em nossas vidas poderia ter sido de outra forma. Mesmo o menor detalhe. Não há nenhum “se eu tivesse feito tal coisa…”
ou “aconteceu que um outro …”. Não. O que aconteceu foi tudo o que poderia ter acontecido, e foi para aprendermos a lição e seguirmos em frente. Todas e cada uma das situações que acontecem em nossas vidas são perfeitas.

A terceira diz: “Toda vez que você iniciar é o momento certo”.
Tudo começa na hora certa, nem antes nem depois. Quando estamos prontos para iniciar algo novo em nossas vidas, é que as coisas acontecem.

E a quarta e última afirma: “Quando algo termina, ele termina”.
Simplesmente assim. Se algo acabou em nossas vidas é para a nossa evolução. Por isso, é melhor sair, ir em frente e se enriquecer com a experiência. Não é por acaso que estamos lendo este texto agora. Se ele vem à nossa vida hoje, é porque estamos preparados para entender que nenhum floco de neve cai no lugar errado!
*
Colaboração:
Erda Nemitz
São Paulo-SP
*

Chico Xavier

*

Chico Xavier

Um homem que viveu como exemplo real de tudo aquilo que transmitiu em suas mensagens…

Aqui não estão as mensagens mediúnicas, mas algumas palavras de sua experiência pessoal, em várias circunstâncias de sua vida.

São para nós exemplos de conduta e inspiração…

O Cristo não pediu muita coisa, não exigiu que as pessoas escalassem o Everest ou fizessem grandes sacrifícios.
Ele só pediu que nos amássemos uns aos outros.

Nenhuma atividade no bem é insignificante…
As mais altas árvores são oriundas de minúsculas sementes.
A repercussão da prática do bem é inimaginável…

Para servir a Deus, ninguém necessita sair do seu próprio lugar ou reinvidicar condições diferentes daquelas que possui.

Os Espíritos amigos sempre mostram disposição de nos auxiliar, mas é preciso que, pelo menos, lhes ofereçamos uma base…

Muitos ficam na expectativa do socorro do Alto, mas não querem nada com o esforço de renovação; querem que os Espíritos se intrometam na sua vid e resolvam seus problemas…

Ora, nem Jesus Cristo, quando veio à Terra, se propôs a resolver o problema particular de alguém…
Ele se limitou a nos ensinar o caminho, que necessitamos palmilhar por nós mesmos.

Nunca quis mudar a religião de alguém, porque, positivamente, não acredito que a religião A seja melhor que a religião B…
Nas origens de toda religião cristã está o pesnamento de Nosso Senhor Jesus Cristo.
Quem seguir o Evangelho…

Se Allan Kardec tivesse escrito que fora do Espiritismo não há salvação”, eu teria ido por outro caminho. Graças a Deus ele escreveu Fora da Caridade”, ou seja, fora do Amor não há salvação…

Devemos orar pelos políticos, pelos administradores da vida pública. A tentação do poder é muito grande. Eu não gostaria de estar no lugar de nenhum deles.

A omissão de quem pode e não auxilia o povo, é comparável a um crime que se pratica contra a comunidade inteira. Tenho visto muitos espíritos dos que foram homens públicos na Terra em lastimável situação na vida Espiritual…

O desespero é uma doença. E um povo desesperado, lesado por dificuldades enormes, pode enlouquecer, como qualquer indivíduo. Ele pode perder o seu próprio discernimento.
Isso é lamentável, mas pode-se dizer que tudo decorre da ausência de educação, principalmente de formação religiosa.

Sem Deus no coração, as futuras gerações colocarão em risco a vida do planeta. Por maior que seja o avanço tecnológico da humanidade, impossível que o homem viva em paz sem que a idéia de Deus o inspire em suas decisões.
Devemos fazer tudo para evitar uma guerra, que viria sem dúvida, ser um atraso na marcha progressiva da humanidade.
Quando surge uma guerra de proporções maiores, quase tudo se desmantela e, praticamente, tem que ser reiniciado…

Gente há que desencarna imaginando que as portas do mundo Espiritual irão se lhes escancarar…
Ledo engano!
Ninguém quer saber o que fomos, o que possuíamos, que cargo ocupávamos no mundo; o que conta é a luz que cada um já tenha conseguido fazer brilhar em si mesmo…

Existem pessoas que se sentem ofendidas, magoadas por qualquer coisa: à mais leve contrariedade, se sentem humilhadas…
Ora, nós não viemos a este mundo para nos banhar em águas de rosas…
Somos Espíritos altamente endividados, dentro de nós o passado ainda fala mais alto…
Não devemos ser tão suscetíveis assim…

Agradeço todas as dificuldades que enfrentei; não fosse por elas, eu não teria saído do lugar…
As facilidades nos impedem de caminhar. Mesmo as críticas nos auxiliam muito.
Emmanuel sempre me ensinou assim: – Chico, se as críticas dirigidas a você são verdadeiras, não reclame; se não são, não ligue para elas…

Graças a Deus, não me lembro de ter revidado a menor ofensa das inúmeras que sofri, certamente objetivando, todas elas, o meu aprendizado, e não me recordo de que tenha, conscientemente, magoado a quem quer que fosse…
Emmanuel sempre me disse: – Chico, quando você não tiver uma palavra que auxilie, procure não abrir a boca…

Sabemos que precisamos de certos recursos, mas o Senhor não nos ensinou a pedir pão, mais dois carros, mais um avião…
Não precisamos de tanta coisa para colocar tanta carga em cima de nós.
Podemos ser chamados hoje à vida Espiritual…
Tudo que criamos para nós, de que não temos necessidade, se transforma em angústia, em depressão.

A doença é uma espécie de escoadouro de nossas imperfeições; inconscientemente, o espírito que jogar para fora o que lhe seja estranho ao próprio psiquismo…
Na realidade, toda doença no corpo é processo de cura para a alma…

Abençoemos aqueles que se preocupam conosco, que nos amam, que nos atendem as necessidades…
Valorizemos o amigo que nos socorre, que se interessa por nós, que nos escreve, que nos telefona para saber como estamos indo…
A amizade é uma dádiva de Deus…
Mais tarde, haveremos de sentir falta daqueles que não nos deixam experimentar solidão!”

A caridade é um exercício espiritual… Quem pratica o bem, coloca em movimento as forças da alma.
Quando os espíritos nos recomendam, com insistência a prática da caridade, eles estão nos orientando no sentido de nossa própria evolução; não se trata apenas de uma indicação ética, mas de profundo significado filosófico…”

Tudo o que pudermos fazer no bem, não devemos adiar… Carecemos somar esforços, criando, digamos, uma energia dinâmica que se anteponha às forças do mal…
…Ninguém tem o direito de se omitir…
Uma das mais belas lições que tenho aprendido com o sofrimento: Não julgar, definitivamente não julgar a quem quer que seja”.

O exemplo é uma força que repercute, de maneira imediata, longe ou perto de nós… Não podemos nos responsabilizar pelo que os outros fazem de suas vidas; cada qual é livre para fazer o que quer de si mesmo, mas não podemos negar que nossas atitudes inspiram atitudes, seja no bem quanto no mal”.

Sempre recebi os elogios como incentivos dos amigos para que eu venha a ser o que tenho consciência de que ainda não sou…
Fico triste quando alguém me ofende, mas, com certeza, eu ficaria mais triste se fosse eu o ofensor…
Magoar alguém é terrível!…”

A gente deve lutar contra o comodismo e a ociosidade; caso contrário, vamos retornar ao mundo Espiritual com enorme sensação de vazio…
Dizem que eu tenho feito muito, mas, para mim, não fiz um décimo do que deveria ter feito…
A questão mais aflitiva para o espírito no Além é a consciência do tempo perdido”.

Confesso a vocês que não vi o tempo correr… Por mais longa que nos pareça, a existência na Terra é uma experiência muito curta. A única coisa que espero depois da minha desencarnação é a possibilidade de poder continuar trabalhando”.

Devemos aceitar a chegada da chamada morte, assim como o dia aceita a chegada da noite – tendo confiança que, em breve, de novo há de raiar o Sol…”
Tudo tem seu apogeu e seu declínio…
É natural que seja assim; todavia, quando tudo parece convergir para o que supomos o nada, eis que a vida ressurge, triunfante e bela!… Novas folhas, novas flores, na i
ndefinida bênção do recomeço!…”

Colaboração:
Erda Nemitz
São Paulo-SP
*
Publicado em: SinapsesLinks
http://sinapseslinks.blogspot.com/
*

Percepção Positiva

*

Percepção Positiva
Resiliência, força interior

Que estamos vivendo tempos bicudos ninguém mais duvida.

Neste ano de 2010 há um zum zum zum a respeito de certo alinhamento planetário bastante tenso, e que já está indicando esse período de turbulências no mundo, instabilidades econômicas crescentes, temores de uma guerra, ações mais violentas e radicais que se banalizam no cotidiano. O que fazer?

É preciso ser resiliente, criar uma “musculatura interior”, uma forma de atravessar as dificuldades com mais determinação e flexibilidade. Somos todos co-autores da nossa realidade e isso exige mais atenção e AÇÃO.

Sempre que possível:

PROJETE: coisas boas e positivas para o seu dia logo que acordar.Acredite no poder das imagens que você criou.

RESPIRE: profundamente, sempre, lembrando que este foi o seu primeiro ato ao chegar aqui e que será também o último na hora da sua partida.

ALONGUE: seu corpo e seu espírito, eles são uma coisa só. O “ alongamento” espiritual permite olhares diferentes para as mesmas coisas.

CUIDE: de alguém, de um animal, converse com as plantas, e cheire as flores, olhe suas cores, são maravilhas instantâneas e gratuitas!

CULTIVE: a gentileza com pessoas próximas, pequenos milagres surgem com um simples sorriso.

NAMORE: a vida, pessoas, lugares novos e coisas bonitas.

RECICLE: lixo, amigos chatos, roupas velhas, pensamentos paralisantes.

PEÇA: ajuda quando precisar: a telepatia é uma coisa bacana, mas poucos sabem praticá-la.

APROVEITE: todas as oportunidades de dar uma boa risada!

COMPRE: mais saúde e menos coisas desnecessárias.

ANDE: mais a pé, não importa o lugar, observe coisas que não pode ver dentro do carro em movimento.

DECRETE: o fim dos modelos e ideais de beleza e riqueza.

DESLIGUE A TV: telefone para alguém querido, será bem mais interessante.

IMPROVISE: quando aquilo que foi combinado não deu certo.

REIVINDIQUE: seus direitos, se livre do: “Ah, não adianta mesmo”

RECLAME : menos, olhe mais à sua volta.

VÁ SE LIVRANDO: do: “tenho que”, compulsivo que neurotiza a vida, nos deixa culpados.

MEDITE: ao menos 15 minutos por dia. Tempo é preferência!

ANOTE : seus sonhos – o que eles te dizem?

PRATIQUE: o altruísmo, não custa nada e rende muito para a alma.

ADMITA: que é carente, sim, qual o problema? Todos somos.

DESLIGUE: o celular quando estiver fazendo uma refeição; coma só a comida.

PERDOE: os invejosos, perdoe a você mesmo/a.
“O perdão é perfume das violetas que estão sob o sapato que as esmagou”.

CONFIE: no Universo que é generoso, e em pessoas que têm um bom coração. Pois….

LA NAVE VA.”
*
Colaboração:
Erda Nemitz
São Paulo-SP
*
Publicado em: SinapsesLinks
http://sinapseslinks.blogspot.com/
*

Chico orando

*

ORAÇÃO NOSSA

Emmanuel
(Chico Xavier)
 
Senhor, ensina-nos:

a orar sem esquecer o trabalho;
a dar sem olhar a quem;
a servir sem perguntar até quando;
a sofrer sem magoar seja a quem for;
a progredir sem perder a simplicidade;
a semear o bem sem pensar nos resultados;
a desculpar sem condições;
a marchar para frente sem contar os obstáculos;
a ver sem malícia;
a escutar sem corromper os assuntos;
a falar sem ferir;
a compreender o próximo sem exigir entendimento;
a respeitar os semelhantes, sem reclamar consideração;
a dar o melhor de nós, além da execução do próprio dever, sem cobrar taxa de reconhecimento.

Senhor, fortalece em nós a paciência para com as dificuldades dos outros, assim como precisamos da paciência dos outros para com as nossas próprias dificuldades.

Ajuda-nos para que a ninguém façamos aquilo que não desejamos para nós.

Auxilia-nos, sobretudo, a reconhecer que a nossa felicidade mais alta será invariavelmente, aquela de cumprir-te os desígnios onde e como queiras, hoje agora e sempre.
*
Colaboração:
Erda Nemitz – São Paulo-SP
*
Publicado em: SinapsesLinks
http://sinapseslinks.blogspot.com/
*