Álvaro Basile Portughesi

*
*
Por favor, click sobre a imagem para ampliá-la. Grato.
Link permanente para esta mensagem:___ http://wp.me/p1oMor-cL0
Contato: Leal, e-mail: sinapseslinks@gmail.com
*
*

*
*
Álvaro Basile Portughesi
*
Edições Clareon
Site:___ http://www.edicoesclareon.com/
Blog:___ http://aportughesi.wordpress.com/
E-mail:_ clareon@uol.com.br
*

Bezerra de Menezes

*

CONHEÇA UM EPISÓDIO DO BEZERRA

Quando completados 50 anos de seu desencarne, relatou-nos Ramiro Gama, em sua obra “Lindos Casos de Bezerra de Menezes”, que houve no plano espiritual uma festa para o querido seareiro, consta também que o espírito Chico Xavier, em desdobramento, participou da referida homenagem. Durante a qual fez entrada no ambiente o espírito Celina, emissária de Maria de Nazaré, que convocava Bezerra a alçar-se a planos mais elevados, pois já cumprira sua tarefa junto ao planeta Terra. Sensibilizado, Bezerra de Menezes solicita à emissária que leve à Maria Santíssima um pedido: Desejava permanecer junto à Terra ainda algum tempo mais, socorrendo aos sofridos, pois, enquanto houvesse um gemido de dor, ele não conseguiria ser feliz e, tampouco sentir-se-ia à vontade, sabendo que o sofrimento continuava entre seus irmãos. Decorrido algum tempo, Celina retornou, e lhe disse que a Senhora considerou o seu pedido e lhe concedia o tempo que ele achasse necessário para aqui permanecer.

Diante disso, cremos que a ida de Bezerra para regiões de mais felicidade está dependendo de nós, de nossas transformações, para que, assumindo as nossas próprias tarefas de colaborar na construção de um mundo de paz, o libertemos definitivamente.(t)

Edições Clareon
http://edicoesclareon.com/
*
Colaboração:
Álvaro Basile Portughesi
Osasco-SP
*

Fraternidade!

Fraternidade

Fraternidade, o mundo te Procura

Porque és a extensão do bem em todo canto,

Palma cariciosa, lenço enxugando o pranto

A fonte luminosa que aplaca a noite escura.

O enfermo te busca em agonia,

Na gota de remédio que a grande dor acalma,

A frase reconforto, doce amparo para a alma,

Que a dor do quase morto sempre anestesia.

Atende a mãezinha de seio que secou,

Onde o rebento nada encontra e reclama,

Sê veloz e preciso coração que ama,

A atender de pronto à voz de quem chamou.

Sê o guia fiel do cego que tateia

No caminho íngreme que a vida oferta,

Encaminha e conduz na jornada certa,

Seguindo em frente, luminar candeia.

Caminha, Fraternidade, o Cristo espera

Encontrar-te em serviço na extinção da fome,

Transforma o inverno em linda primavera,

Construindo o mundo que leva teu nome.

Fonte: http://www.edicoesclareon.com
Autor espiritual: José Grosso
Psicografia: Álvaro Basile Portughesi