Brasil

*
Link permanente:___ http://wp.me/p1oMor-gCl
*
20130701_Brasil_hino
*
Brasil
*
Hino Nacional Brasileiro
*
I

Ouviram do Ipiranga as margens plácidas
De um povo heróico o brado retumbante,
E o sol da Liberdade, em raios fúlgidos,
Brilhou no céu da Pátria nesse instante.

Se o penhor dessa igualdade
Conseguimos conquistar com braço forte,
Em teu seio, ó Liberdade,
Desafia o nosso peito a própria morte!

Ó Pátria amada,
Idolatrada,
Salve! Salve!

Brasil, um sonho intenso, um raio vívido
De amor e de esperança à terra desce,
Se em teu formoso céu, risonho e límpido,
A imagem do Cruzeiro resplandece.

Gigante pela própria natureza,
És belo, és forte, impávido colosso,
E o teu futuro espelha essa grandeza

Terra adorada,
Entre outras mil,
És tu, Brasil,
Ó Pátria amada!

Dos filhos deste solo és mãe gentil,
Pátria amada,
Brasil!

II

Deitado eternamente em berço esplêndido,
Ao som do mar e à luz do céu profundo,
Fulguras, ó Brasil, florão da América,
Iluminado ao sol do Novo Mundo!

Do que a terra mais garrida
Teus risonhos, lindos campos têm mais flores;
“Nossos bosques têm mais vida”,
“Nossa vida” no teu seio “mais amores”.

Ó Pátria amada,
Idolatrada,
Salve! Salve!

Brasil, de amor eterno seja símbolo
O lábaro que ostentas estrelado,
E diga o verde-louro desta flâmula
– Paz no futuro e glória no passado.

Mas, se ergues da justiça a clava forte,
Verás que um filho teu não foge à luta,
Nem teme, quem te adora, a própria morte.

Terra adorada
Entre outras mil,
És tu, Brasil,
Ó Pátria amada!

Dos filhos deste solo és mãe gentil,
Pátria amada,
Brasil!
*
Composição:
Composição: Francisco Manuel da Silva / Joaquim Osório Duque Estrada
*
Fonte: http://bit.ly/TPVp0f

Mensagem de Eurípedes Barsanulfo

*
Link permanente:___ http://wp.me/p1oMor-gzl
*
20130627_Eurípedes
*
Mensagem de Eurípedes Barsanulfo ao Brasil
*
Pátria bem amada ouvi o meu canto de gratidão!
Teus ubérrimos campos sustentam a vida.
Tuas planícies ubertosas festejam a natureza em corolas perfumadas e multicoloridas.
Teus flumes da cor da prata, da ocra, do âmbar e do cristal, serpenteiam caudalosos e fartos.
Teus mares de safira e esmeralda escondem ricos tesouros.
Tuas verdosas florestas acolhem a flora e a fauna exuberantes que, em tudo, revelam o Criador.
Em teus céus, coalhados de rútilas estrelas, lucila o cruzeiro como sinal astronômico para a redenção.
*
Mas se os teus recursos naturais enchem-nos de admiração, é o povo, especialmente, que desejamos exaltar.
Brasileiros, filhos desta nobre nação, ante as lutas da vida apresentai-vos intrépidos.
Desde que Cabral, capitaneando as naus do descobrimento, ostentando a cruz e o ideal dos templários, rompeu o Atlântico, a terra de Pindorama fez raiar o sol do Novo Mundo.
A parte as críticas pertinentes à História, o Brasil tem por função a espiritualização dos homens.
Então, brasileiros, ouvi, levantai-vos, pois vossa missão é a fraternidade universal.
Entre os astros de primeira grandeza, incrustados no panteão de nossas conquistas, há um povo cuja tarefa não pode mais tardar!
Um país continental, de programação, de espírito e verdade, carece de braços e heróis. Não nas ideologias dominantes, em que a propagação do “heroísmo” interesseiro entorpece as massas, refiro-me ao heroísmo pessoal em benefício da construção de uma nação verdadeira.
Mas, no panorama político, alguém recorda:
– A corrupção nos açoita como látego cruel a fazer correr o sangue das multidões!
– A tortura dos tiranos modernos, nas manobras da economia, parece-nos esfacelar o corpo e traspassar a alma com a lâmina da beligerância.
*
Tratai de acalmar-vos!
Uma pátria verdadeira não se constrói sem suor e lágrimas.
Um Brasil, legitimamente nacional, é construção de todos nós!
Um estado que sirva à humanidade, e dela recolha representantes da honestidade e do patriotismo real, é sonho que se sonha na coletividade.
Por isso, longe de atacarmos, ferirmos, revolucionarmos com armas, convém contribuir, democraticamente, usando a educação intelecto moral por instrumento de renovação social.
Espíritas brasileiros, oferecei vossa contribuição ao Brasil:
– Trabalho honesto;
– Vivência dos valores cristãos no lar;
– Respeito às diferenças;
– Misericórdia para os falidos;
– Educação, cortesia, gentileza;
– Amizade, fé racional;
– Entendimento correto do Espiritismo;
Isso, está ao nosso alcance!
Um Brasil melhor começa com nosso compromisso de bem viver.
*
A violência assusta e enche-nos de indignação!
Os hospitais públicos fazem pensar, aos desavisados, que Deus esqueceu-se dos pobres e desesperançados!
As escolas, em território nacional, abandonadas muitas, miseráveis outras, fazem crer, aos olhos meramente materialistas, que o povo está desamparado.
Se a caixa de Pandora está aberta, convidando os homens à auto-superação, lembrai-vos da esperança!
Dia virá em que a nossa terra despertará!
Ainda vivemos o pesadelo dos exploradores, mas a nação, composta por almas devotadas, sonhará com a liberdade das amarras do poder e a responsabilidade fará surgir um novo Grito, em cada um de nós, e o clamor dessa nova Independência, num Ipiranga de confiança, nos conduzirá na construção de um Brasil mais justo e nobre!
O brado novel, porém, diferente do de outrora, retumbará mais forte: Brasil Pátria do Evangelho!
Brasileiros, irmãos, bendizei esta terra, amai-a!
Entidades maiores clamam a Deus pelo renascimento e rogam o Brasil por honra de trabalho.
Muitos colonizadores retornarão das campas, para devolver ao povo o que ao povo pertence por direito.
Mas trabalhai, colaborai, vossa bandeira tem de ser o labor!
Vossos filhos ganharão letras, honrarão a ciência, permanecerão em solo nacional e a nossa gente contribuirá para uma grande renovação social.
Vede, espíritas, quanto bem feito no mundo!
Se as trevas nos espreitam, nos estertores de um tempo que se esgota, a luz surge triunfante!
Em toda parte há obras de benemerência, muitas outras virão!
O entendimento intelecto-moral promulgado por Kardec, haverá de ser uma realidade. A ética será uma necessidade entre as nações e a economia, necessariamente, trará a fraternidade.
Por uma questão de sobrevivência, os povos aprenderão a respeitar-se, reciprocamente!
Brasileiros, nada de abandonar a nossa terra, nada de desertar da batalha! Sois soldados do Cristo, apresentai-vos:
– Vossa arma? A inteligência;
– Vosso escudo? A fé;
– Vosso elmo? A oração;
– Vossa lança? O trabalho;
– Vossa luta? A renovação moral;
– Vosso comandante? Jesus;
– Vossa musa? A Verdade!
Avante, irmãos!
Nenhum brasileiro renasceu por acidente!
Todos temos uma programação!
Ouvi o Hino Nacional, irmãos, e vede que Manuel da Silva e Duque Estrada foram guiados por seres invisíveis a grafar, em acordes de luz com letra de estupenda beleza, o destino da nação.
*
Fazei deste poema cantante, clarim da verdade, vossa prece diária. E quando orardes assim, cheios de certeza, sabei que os ministros do Senhor conhecem o Brasil!
Estudantes, acadêmicos, professores, médicos, cientistas, advogados, políticos, legisladores, religiosos, trabalhadores, gente do povo, irmãos, levantai!
Carregai n´alma o nosso pendão! A flâmula verde-louro, representa o ideal que todos devemos perseguir: Ordem e Progresso! Que as vinte e seis unidades federativas e o Distrito Federal, estrelas fulgentes de um céu anilado, representem e exaltem, com honestidade soberana, a nação!
E nós, o povo, encarnado e desencarnado, laboremos com afinco, mantendo-nos honestos e fraternos onde a vida nos colocou.
Irmãos, há uma infinidade de espíritos que se sentem brasileiros (pelo amor que devotam a esta pátria) envolvendo-vos!
Aos espíritas deste solo, e aos que aqui vieram ter, coragem, avante!
A doutrina nos ilumina, façamos, portanto, luz!
O Espiritismo nos esclarece, comportemo-nos, então, com equilíbrio!
O Consolador nos estimula, marchemos, assim, impávidos!
Mas, o Mestre vos conclama e a todos auxilia, convicto da transformação! Enchamo-nos de ânimo, pois que o Brasil necessita de sua brava gente, plena de fé, esperança e caridade.
Quando em vossas reflexões mais profundas sobre a pátria que vos acolhe, olhai para o alto e sabei: de páramos de glória, o Cristo, contando convosco, guia o Brasil!

Eurípedes

(Mensagem psicografada pelo médium Emanuel Cristiano em reunião da noite de 21/4/2013, no Centro Espírita “Allan Kardec”, de Campinas/SP)
*
Colaboração:
Edgar Sorano
SP-São Paulo

Brasil

*
*

*
*
SERÁ QUE O BRASIL VAI PERDER ESTA OPORTUNIDADE?

Aflige-nos perceber que o Brasil pode estar perdendo a oportunidade de iniciar um processo de transformações na mentalidade vigente, permeada que se encontra pela desonestidade, injustiça, falta de ética, falta de respeito em todas as suas dimensões; com a agressividade à flor da pele e outros valores negativos que impedem a nação de tornar-se um país que promova verdadeiramente justiça e bem-estar para seus filhos.

Somos um grupo informal de pedagogos, todos voluntários, responsáveis pelo Projeto Sócio-Educativo “Cinco Minutos de Valores Humanos para a Escola”, disponibilizado na Internet de forma inteiramente gratuita desde o final de 2008 no site, http://www.cincominutos.org, constando nos registros, até hoje, mais de 32.000 downloads do material didático para escolas nas mais diversas partes do país. Esse Projeto recebe apoio de várias secretarias de educação e também do MEC: http://portaldoprofessor.mec.gov.br/link.html?categoria=19

Sabedores de que o Conselho Nacional de Educação – CNE está promovendo um louvável debate, em nível nacional, visando inserir a disciplina Direitos Humanos nos currículos escolares do ensino básico e superior, estamos solicitando a todos que estejam, ou não, vinculados a esse debate, para que façam uma reflexão sobre o seguinte:

Por mais louvável que seja, esse esforço do CNE não terá o efeito desejado, porque não alcança a essência das necessidades educativas do ser humano. Informa, mas não forma o caráter.

O mais coerente seria incluir Valores Humanos nesse debate, pelas seguintes razões:

O aprendizado de Valores Humanos gera transformações interiores, criando alicerces mais sólidos a se refletirem nas atitudes. É recurso único para formar cidadãos que poderão vir a realizar uma sociedade mais pacífica, mais ética, mais justa e mais feliz.

Um dos aprendizados mais importantes em Valores Humanos refere-se ao respeito, em todas as suas dimensões. Quem aprende a respeitar o outro, apesar de quaisquer diferenças, já está vivenciando os Direitos Humanos que lhe cabe considerar.

As crianças e jovens que recebem diuturnamente ensinamentos sobre honestidade, não violência, ética, justiça, verdade, solidariedade, afetividade, respeito, etc., vão internalizando esses valores, aprendendo a vivenciá-los em seu cotidiano. Também aprendem a olhar o outro com um olhar de acolhimento, de paz, que são os fundamentos da não violência. Seu preparo, portanto, será bem mais amplo, porque promove a formação do caráter, incluindo o respeito pelos próprios Direitos Humanos.

Observe-se que o ensino de Valores Humanos nas escolas do país será o início de mudanças lentas, mas estruturais, sistemáticas e progressivas porque começa pela reformulação da mentalidade das novas gerações. Também não dará mais despesas à nação, e é de fácil implantação pelas escolas, posto que já existem excelentes conteúdos, inteiramente gratuitos (via Internet) para o ensino desses valores em sala de aula.

Diante do exposto, insistimos na rogativa para que colabore, na forma que for possível, para que o Conselho Nacional de Educação (CNE) concorde em incluir o ensino de Valores Humanos nos currículos escolares, nem que seja associado a outra disciplina.

Pensemos nas mudanças que ocorrerão na sociedade nos próximos 10 ou 15 anos, se o ensino de Valores Humanos for ministrado em todas as escolas do país, de forma que as novas gerações possam internalizá-las, gerando as transformações comportamentais imprescindíveis para que a sociedade, como um todo, possa tornar-se mais pacífica, mais justa, mais honesta e mais feliz.

Estamos, assim, solicitando seu apoio para este movimento, a fim de o Brasil não venha a perder esta oportunidade, tão preciosa, de iniciar um processo de transformações na mentalidade vigente, condição única para podermos sonhar com um futuro melhor para nós e para nossos descendentes.
*
Autora:
Saara Nousiainen
*

Dia Mundial da Água

*

*
*
No Dia Mundial da Água, fotos mostram disparidades no consumo

O acesso à água potável ainda é um desafio diário para grande parte das populações do mundo.

Compiladas pela BBC para o Dia Mundial da Água, nesta terça-feira, as imagens mostram diferenças entre países onde a água é um bem facilmente acessível e outros onde obter o recurso é uma tarefa arriscada e difícil.

Apesar das inúmeras fontes naturais de água no mundo –rios e lagos, em geleiras e aquíferos, chuva e neve–, a quantidade de água que diferentes países conseguem extrair para fornecer a seus cidadãos varia bastante.

Um estudo da FAO (Organização das Nações Unidas para a Agricultura e a Alimentação) identificou países onde a demanda por água excede a oferta natural do recurso. Segundo a organização, essas nações fazem maior pressão sobre as fontes de água doce.

No topo da lista dos que mais utilizam o recurso está a península árabe, onde a demanda por água doce excede em 500% a disponibilidade na região.

Isso significa custos adicionais para que a água seja trazida de fora –por caminhões-pipa ou aquedutos ou por meio da dessalinização.

BBC

Países como o Paquistão, o Uzbequistão e o Tadjiquistão também estão muito próximos de utilizar 100% de sua oferta de água doce, assim como o Irã, que usa 70% de seus recursos hídricos.

De acordo com os dados da FAO, o norte da África é outra área sob pressão, em que a Líbia e o Egito particularmente são afetados. A região possui somente metade da água doce que os países consomem.

ÁGUA DOCE

Mas a maior pressão sobre as fontes de água doce não está necessariamente nos lugares mais secos, e sim em regiões com o maior percentual da população global.

O sul da Ásia, por exemplo, consome quase 57% de sua água doce, mas abriga quase um terço da população mundial. Situações que alterem a distribuição de água nessa região –causadas por mudanças climáticas, pelo aumento do número de terras irrigadas ou pelo aumento do uso geral de água– ameaçam a vida de bilhões.

No leste da Ásia o consumo proporcional é menor –os países da região usam em média apenas 20% das suas reservas hídricas. No entanto, um terço da população do mundo vive ali.

O Brasil consome 0,72% da sua água doce renovável ou 331,48 metros cúbicos por habitante a cada ano, segundo a FAO. No entanto, 0,4% são exclusivos para a agricultura.
*
Fonte:
http://migre.me/45Xbc
*
Conheça os Direitos da Água. Click aqui.
*

Gripe Suina

*

Gripe Suina

SINTOMAS:

FEBRE ALTA (39° OU MAIS), DORES MUSCULARES, DORES ARTICULARES, ARDÊNCIA NOS OLHOS, DOR DE CABEÇA INTENSA.
PODEM OCORRER TOSSE, VÔMITOS E DIARRÉIA

CUIDADOS:

EVITAR AGLOMERAMENTOS

PREVENÇÃO:

TOMAR 1G DE VITAMINA C /DIA;

EXTRATO DE PRÓPOLIS 30 GOTAS 2X/DIA

GARGAREJAR COM ÁGUA MORNA, LIMÃO E SAL

ORIENTAÇÕES EM CASO SUSPEITO:

FONE SAÚDE: 0800-610-1997

Hospitais de referência:
*
AC
Hospital Geral das Clínicas de Rio Branco (Rio Branco)
AL
Hospital Universitário Professor Alberto Antunes (Maceió)
AM
Fundação de Medicina Tropical (Manaus)
AP
Hospital de Clínicas Doutor Alberto Lima (Macapá)
BA
Hospital Otávio Mangabeira (Salvador)
CE
Hospital Universitário Walter Cantídio (Fortaleza)
Hospital São José de Doenças Infecciosas (Fortaleza)
DF
Hospital Regional da Asa Norte (Brasília)
ES
Hospital Universitário Cassiano Antonio Moraes (Vitória)
GO
Hospital de Doenças Tropicais (Goiania)
Hospital Materno Infantil (Goiania)
MA
Hospital Universitário da Universidade Federal do Maranhão (São Luiz)
MG
Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Minas Gerais (Belo Horizonte)
MS
Santa Casa de Misericória de Campo Grande (Campo Grande)
MT
Pronto Socorro Municipal de Cuiabá (Cuiabá)
PA
Hospital Universitário João de Barros Barreto da Universidade Federal do Pará (Belém)
PB
Hospital Universitário Lauro Wanderley (João Pessoa)
PE
Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Pernambuco (Recife)
Instituto Materno Infantil de Pernambuco (Recife)
PE
Instituto de Doenças Tropicais Natan Portela (Teresina)
PR
Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná (Curitiba)
Hospital Universitário Regional do Norte do Paraná da Universidade Estadual de Londrina (Londrina)
Hospital Ministro Costa Cavalcanti (Foz do Iguaçu)
Hospital de Trabalhador da Secretaria Estadual de Saúde (Curitiba)
RJ
Hospital Universitário Clementino Fraga Filho (Rio de Janeiro)
Instituto de Pesquisa Clínica Evandro Chagas (Rio de Janeiro)
RN
Hospital Gizelda Trigueiro (Natal)
Centro de Medicina Tropical de Rondônia (Rondônia)
RR
Hospital Geral de Roraíma (Boa Vista)
RS
Hospital Escola da Universidade Federal de Pelotas (Pelotas)
Hospital Nossa Senhora da Conceição (Porto Alegre)
Hospital de Clínicas de Porto Alegre, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Porto Alegre)
Hospital Universitário de Santa Maria (Santa Maria)
Hospital Geral de Caxias do Sul (Caxias do Sul)
Associação Hospitalar Beneficiente São Vicente de Paulo (Passo Fundo)
Hospital Santa Casa de Uruguaiana (Uruguaiana)
Associação de Caridade Santa Casa do Rio Grande (Rio Grande)
SC
Hospital Nereu Ramos (Florianopolis)
Hospital Infantil Joana de Gusmão (Florianopolis)
Hospital Regional Lenoir Vargas Ferreira (Chapecó)
SE
Hospital de Urgência de Sergipe Governador João Alves Filho (Aracajú)
SP
Hospital das Clínicas da Unicamp (Campinas)
Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto – USP (Ribeirão Preto)
Hospital de Base da Fundação Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (São José do Rio Preto)
Hospital Universitario da Universidade de São Paulo (São Paulo)
Hospital São Paulo da Universidade Federal de São Paulo (São Paulo)
Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de São Paulo (São Paulo)
Hospital de Infectologia Emilio Ribas (São Paulo)
Hospital Estadual de Bauru (Bauru)
Hospital Guilherme Álvaro (Santos)
TO
Hospital Geral de Palmas Doutor Francisco Aires (Palmas)
Fonte: Ministério da Saúde
*
Colaboração:
Ianae Seabra Pitanguy – São Paulo-SP
*

Espíritas Brasileiros

*

Espíritas Brasileiros

Amigo Visitante, Salve!
Você está sendo convidado a colaborar com esta lista de Espíritas Brasileiros.
Aqui estão alguns dos nomes que escreveram a História do Espiritismo no Brasil.
Você concorda?
Você discorda?
Você tem nomes a sugerir?
Seja sempre bem-vindo.
Fraternalmente,
Leal – ep-leal@uol.com.br
*

Adalberto de Paula Paranhos
Adélia Reuff
América Montagnini
Ana Prado
Anália Franco
André Luiz
Antonio J. Freire
Augusto Militão Pacheco
Aura Celeste
Auta de Souza
Batuira – Anto.Gonçalves Silva
Benedito Godoy Paiva
Bezerra de Menezes
Bitencourt Sampaio
Cairbar Schutel
Carlos Augusto Perandrea
Carlos Gomes da Sousa Shalders
Carlos Imbassahy
Carlos Mirabelli
Carmem Cinira
Clélia Soares da Rocha
Corina Novelino
Deolindo Amorim
Divaldo Pereira Franco
Edson Cavalcante de Queiroz
Emesto Bozzano
Emmanuel (1 a.vez=ESE)
Eurípedes Barsanulfo
Femando de Lacerda
Francisco Antônio Bastos
Francisco Cândido Xavier
Francisco Galves
Francisco Peixoto Lins
Francisco Pereira da Silva (RJ)
Freitas Nobre
Guilherme Taylor March
Herminio C. Miranda
Hernani Guimarães Andrade
Humberto de Campos (Irmão X)
IIka (Grupo José Grosso)
Jaci Régis
Joana de Ângelis
João Fusco
José Arigó
José de Cupertino
José Grosso (José da Silva)
José Herculano Pires
José Petitinga
Joseph (Grupo José Grosso)
Júlio Abreu Filho
Juvêncio de Araújo Figueiredo
Leopaldo Machado
Lins de Vasconcelos
Luís Ollmpio Teles de Menezes
Manoel da Nóbrega (Emmanuel)
Maria Dolores
Meimei (Irma Castro)
Nena Galves
Olímpia Belém
Otilia Diogo
Palminha (Antônio da Silva)
Pedro de Camargo Vinicius
Pedro Lameira de Andrade
Renato Ourique de Carvalho
Roque Jacinto
Scheílla (Grupo José Grosso)
Viana de Carvalho
Waldo Vieira
Yvonne Pereira
*
Fonte:
C:\#1_Leal\#1ORI_\WPD\WPD\20010813WPD_200107291629y_o.WPD
*
Autoria:
Maria Christina Camargo Leal
Ano de 2001 – São Paulo-SP
*
Publicado em:
http://sinapseslinks.blogspot.com
*
Conheça: Janelas da Alma
https://sites.google.com/site/eudisonleal/Home
*

Maurício em Oman

Mauricio Carmo Souza
Pindamonhangaba-SP
Brasil

Oi Maurício!
Pé no Mundo, mesmo!
Querido amigo,
Parabéns por mais esta conquista.
Estar trabalhando em Oman, representando a empresa para qual você trabalha; estar representando o Brasil, e, estar representando a nossa pequena cidade Pindamonhangaba.
Receba a justa parabenização pelos muitos e muitos países onde você já nos representou. Mais de dez anos trabalhando em outras culturas.
Fraternalmente,
Leal
*
Saiba mais sobre o Maurício:
http://mauricio-penomundo.blogspot.com/
http://izasinapses.blogspot.com/
http://sinapseslinks.blogspot.com
*

Etnias no Brasil / Consciência negra

Etnias no Brasil / Consciência negra

Dificilmente existe uma nação com tão complexa e variada composição étnica de sua população, no caso do Brasil, a formação populacional advém de basicamente cinco distintas fontes migratórias, são elas:

– os nativos, que se encontravam no território antes da chegada dos portugueses, esses povos eram descendentes de homens que chegaram às Américas através do Estreito de Bering;

– os portugueses, que vieram para o Brasil a fim de explorar as riquezas da colônia;

– os negros africanos, que foram trazidos pelos europeus para trabalhar nos engenhos na produção do açúcar a partir do século XVI;

– a intensa imigração européia no Brasil, sobretudo no sul do país;

– a entrada de imigrantes oriundos de várias origens, especialmente vindos da Ásia e Oriente Médio.

Com base nessas considerações, a população brasileira ficou com a seguinte composição étnica:

Brancos: a grande maioria da população branca tem origem européia (ou são descendentes desses), no período colonial vieram para o Brasil: espanhóis, holandeses, franceses, além de italianos e eslavos. A região sul abriga grande parte dos brancos da população brasileira, pois esses imigrantes ocuparam tal área.

Negros: essa etnia foi forçada a migrar para o Brasil, uma vez que vieram como escravos para atuar primeiramente na produção do açúcar e mais tarde na cultura do café. O Brasil é um dos países que mais utilizou de mão-de-obra escrava no mundo, recebeu aproximadamente 4 milhões de escravos. Hoje, os negros se concentram principalmente em áreas nas quais a exploração foi mais intensa, como é o caso das regiões nordeste e sudeste.

Indígenas: grupo étnico que habitava o território brasileiro antes da chegada dos portugueses, nesse período os índios somavam cinco milhões de pessoas. Os índios foram quase disseminados, restaram somente 350 mil índios, atualmente existem 170 mil na região norte e no centro-oeste 100 mil.

Pardos: etnia formada a partir da junção de três origens: brancos, negros e indígenas, formando três grupos de miscigenação.

Mulatos: correspondem à união entre brancos e negros, esse grupo representa 24% da população e ocorre com maior predominância no nordeste e sudeste.

Caboclos: representa a descendência entre brancos e indígenas, no país respondem por 16% da população nacional, esse grupo se encontra nas áreas mais longínquas do país.

Cafuzos: esse grupo é oriundo da união entre negros e índios, essa etnia é restrita e corresponde a 3% da população, é encontrado com maior freqüência na Amazônia, Centro-Oeste e nordeste.
*
Asiáticos?
*
Fonte:
http://www.mundoeducacao.com.br/geografia/as-etnias-no-brasil.htm
*
Compilação e ilustração:
Leal ep-leal@uol.com.br
http://sinapseslinks.blogspot.com
*

Brasil 2008

Revista Exame
Edição Especial Dupla
http://www.exame.com.br
Ano 42 – No.21 – 5/11/2008
Edição 930

24 Economia Começa uma nova fase da economia mundial, marcada pela busca frenética por competitividade

32 Artigo O Brasil tem várias vantagens em relação ao resto do Bric – e a crise pode abrir espaço para um novo salto

38 Estratégia Roger Agnelli, da Vale, foi o executivo que melhor surfou o período da bonança. Agora, ele precisa provar sua capacidade com ventos pouco favoráveis

50 Desenvolvimento Uma região no interior de São Paulo representa um exemplo de Brasil desenvolvido que precisa ser multiplicado

60 Competitividade A crise abalou as empresas de papel e celulose. mas o Brasil continua forte candidato à liderança global do setor

68 Agronegócio A gaúcha SLC, maior produtora de grãos do país, evidencia a vocação brasileira no agronegócio

74 TecnoIogia As empresas brasileiras começam a despontar como parceiras estratégicas no setor de biotecnologia

78 Petróleo Apesar da crise que derrubou os preços do barril, várias empresas brasileiras continuam à apostar suas fichas no sucesso do pré-sal

Leia também o livro:
“Brasil, coração do mundo, pátria do evangelho”
Psicografia de Francisco Cândido Xavier
Espírito: Humberto de Campos
Editora: FEB
Primeira edição deste livro: 1938
*
Fraternalmente,
Leal
*