Amai os vossos inimigos

*
Por favor, click sobre a imagem para ampliá-la. Grato.
Link permanente para esta mensagem:__ http://wp.me/p1oMor-dkg
Mensagem número # 5.893 – Sexta-feira @ 20120316031428
Visitas recebidas de Março de 2011 à 16/03/2012 = 40.566
Por favor, você pode divulgar o blog?
Link: https://sinapseslinks.wordpress.com/
Contato: Leal, e-mail: sinapseslinks@gmail.com
Muito obrigado pela sua importante visita!
Seja Abençoado.
*
*

*
*
Amai os vossos inimigos

15. O homem do mundo, o homem venturoso, que por uma palavra chocante, uma coisa ligeira, joga a vida que lhe veio de Deus, joga a vida do seu semelhante, que só a Deus pertence, esse é cem vezes mais culpado do que o miserável que, impelido pela cupidez, algumas vezes pela necessidade, se introduz numa habitação para roubar e matar os que se lhe opõem aos desígnios.

Trata-se quase sempre de uma criatura sem educação, com imperfeitas noções do bem e do mal, ao passo que o duelista pertence, em regra, à classe mais culta.

Um mata brutalmente, enquanto que o outro o faz com método e polidez, pelo que a sociedade o desculpa.

Acrescentarei mesmo que o duelista é infinitamente mais culpado do que o desgraçado que, cedendo a um sentimento de vingança, mata num momento de exasperação.

O duelista não tem por escusa o arrebatamento da paixão, pois que, entre o insulto e a reparação, dispõe ele sempre de tempo para refletir.

Age, portanto, friamente e com premeditado desígnio; estuda e calcula tu do, para com mais segurança matar o seu adversário.

É certo que também expõe a vida e é isso o que reabilita o duelo aos olhos do mundo, que nele então só vê um ato de coragem e pouco caso da vida.

Mas, haverá coragem da parte daquele que está seguro de si? O duelo, remanescente dos tempos de barbárie, em os quais o direito do mais forte constituía a lei, desaparecerá por efeito de uma melhor apreciação do verdadeiro ponto de honra e à medida que o homem for depositando fé mais viva na vida futura.
Agostinho (Bordéus, 1861)
*
Livro fonte:
O Evangelho Segundo o Espiritismo
Allan Kardec
Capítulo XII
Amai os vossos inimigos
*
Publicado em Sinapseslinks
https://sinapseslinks.wordpress.com/
*
Mensagem disponível em PDF. Click aqui. Grato.
*

52 ESE Capítulo 17

*

Sede Perfeitos

Fonte:
O Evangelho Segundo o Espiritismo
Allan Kardec
Capítulo XVII – Sede Perfeitos – Jesus
Transcrição literal:

1. Amai os vossos inimigos; fazei o bem aos que vos odeiam e orai pelos que vos perseguem e caluniam. – Porque, se somente amardes os que vos amam que recompensa tereis disso? Não fazem assim também os publicanos? – Se unicamente saudardes os vossos irmãos, que fazeis com isso mais do que outros? Não fazem o mesmo os pagãos? -Sede, pois, vós outros, perfeitos, como perfeito é o vosso Pai celestial. (S. MATEUS, cap.V, vv. 44, 46 a 48.)
*
*
***