FÉRIAS ESPÍRITAS

ee_20151116_EE_2Chico
*
FÉRIAS ESPÍRITAS
*
Pelo Espírito Albino Teixeira.
Psicografia de Francisco Cândido Xavier.
Livro: Caminho Espírita. Lição nº 77. Página 165.

Dedicamos aos companheiros espíritas algumas sugestões para o tempo de férias:
Viajar se possível, no rumo de instituição consagrada à assistência, cooperando, por alguns dias, no tratamento de irmãos em provas maiores que as nossas como sejam os obsidiados em posição difícil ou os doentes semi-desamparados.

Devotar-se à pregação ou à conversação doutrinária, nos lares de caridade pública, onde estejam irmãos hansenianos, tuberculosos ou portadores de moléstias que requisitem segregação.

Auxiliar, de algum modo, aos que jazem nos cárceres.

Ensinar os princípios espíritas, evangélicos, nas organizações doutrinárias mais humildes, comumente sediadas na periferia de cidade ou vilas, colaborando na sementeira da Nova Revelação.

Executar um programa de visitas fraternas aos paralíticos, cegos, enfermos esquecidos ou agonizantes no local de residência.

Observar com respeito e discrição o ambiente doméstico das viúvas em abandono, enumerando sem alarde as necessidades materiais que aí se destaquem e atendendo-as, quanto seja possível.

Contribuir com algum serviço pessoal para a segurança e conforto do templo espírita que nos beneficia, quais sejam a pintura ou renovação de paredes, a restauração de utilidades, a reparação de livros edificantes ou tarefas concernentes à ordem e à limpeza em geral.

Reunir material de instrução doutrinária, tais como jornais e impressos espíritas, distribuindo-os através de prisões e hospitais, onde permanecem irmãos desejosos de mais amplos conhecimentos.

Costurar para os necessitados, principalmente no sentido de melhorar a rouparia de orfanatos, creches e lares outros de assistência espírita-cristã.

Preparar o enxoval para algum pequenino, em vias de renascer nos distritos de penúria e sofrimento.

Criar a alegria de um enfermo, largado ao próprio infortúnio, ou de uma criança que a provação situou em constrangedoras necessidades.

Pense nas suas férias e não permita que a sua oportunidade de elevação venha a escapar.
*
Colaborador:
Antônio Sávio de Resende – Tonhão
email’s: asavio921@uol.com.br; asavio01@uol.com.br; asavio@uaivip.com.br; asavio.fcvv@gmail.com;
*
“Embora as imperfeições que ainda nos assinalem o espírito, estendamos os ensinamentos de Jesus, onde estivermos e como estivermos. A ânfora de barro tanto carrega a rosa que, um dia, acaba por se lhe impregnar do perfume”. André Luiz & Chico Xavier. Livro: Taça de Luz. Lição: Convite ao Evangelho.
*
Desejo que o seu Novo Dia Concedido seja: Feliz!
*
Fraternalmente,
Leal – aprendiz em todas as instâncias da Vida
Encarnado há 27.563 dias.
Eu TE Agradeço Senhor!
*
*** https://sinapseslinks.wordpress.com/
*** https://www.facebook.com/sinapses.links

Chico Xavier

SinapsesLinks

20121004_chico_xavier_foi_eleito
*
O CAPITAL DOS MINUTOS
Pelo Espírito Scheilla.
Psicografia de Francisco Cândido Xavier.
Livro: Taça de Luz. Lição nº 41. Página 117.
Psicografia em reunião pública em 04-03-1957 no Centro Espírita Luiz Gonzaga, na cidade de Pedro Leopoldo, Minas Gerais.
*
No amanho da terra, em toda parte, surge a erva daninha. Aqui, chama-se tiririca, além é joio imprestável, mais adiante guarda o nome de escalracho destruidor. No fundo, é sempre mato inculto, impedindo a germinação da boa semente e consumindo a vitalidade do solo. Extensos tratos de gleba proveitosa permanecem dominados por essa relva improdutiva e renascente, onde tanta árvore generosa poderia crescer e produzir para a alegria e segurança de todos.
Referimo-nos a esse elemento invasor para lembrar o vosso valioso capital dos minutos.

Quanta felicidade poderemos plantar com a bênção de meia hora?

Quanto estudo nobre investir-nos-á na posse de elevados conhecimentos com apenas alguns instantes de…

Ver o post original 196 mais palavras