JORNAL ESPIRITA DE UBERABA

20140801_Jornal_Uberaba
*
V FÓRUM DA MEDIUNIDADE
Tema Central: “A MEDIUNIDADE NA ATUALIDADE”
Data: 28 de novembro de 2015
Horário: Das 14h às 18h
Local: Centro Espírita Uberabense (Rua Barão de Ituberaba nº 449 – Estados Unidos – Uberaba-MG)
PROGRAMAÇÃO:
14h – Abertura: Apresentação Musical do “GRUPO TOQUE DE LUZ” de Franca-SP
14h30min – 1º Tema: “MEDIUNIDADE DIANTE A TRANSIÇÃO PLANETÁRIA”
Expositor: Publio Carisio de Paula (Araguari-MG)
15h – 2º Tema: “REFLEXÕES SOBRE A PRÁTICA MEDIÚNICA”
Expositor: Sérgio Villar (Itapira-SP)
15h30min – 3º Tema: “EDUCAÇÃO MEDIÚNICA”
Expositor: Silvio Genusdel Gonçalves (Araxá-MG)
16h – Intervalo
16h30min – Pinga Fogo: “PERGUNTAS E RESPOSTAS com os expositores sobre os três temas”.
(Traga suas perguntas sobre os temas propostos).
18h – Sorteio de Livros; Encerramento.

50 ANOS DO CENTRO ESPÍRITA BENTO POLVEIRO
Participe das festividades do cinquentenário do Centro Espírita Bento Polveiro.
Local: Centro Espírita Bento Polveiro (Rua Araguari nº 435 – Uberaba-MG)
Data: 03 de dezembro de 2015 – quinta-feira
Horário: 19h30min
Programação:
– Prece de abertura
– Momento Artístico
– Palestra: “Doutrina de Luz e Auto-liberação” com o expositor: Henrique Kemper (Presidente da União Espírita Mineira)

A ESTRANHA CRISE

ee_20151116_EE_2Chico
*
A ESTRANHA CRISE
Pelo Espírito Emmanuel. Psicografia de Francisco Cândido Xavier.
Livro: Mãos Unidas. Lição nº 37. Página 118.

O mundo vem criando soluções adequadas para a generalidade das crises que o atormentam.

A carência do pão, em determinados distritos, é suprida, de imediato, pela superprodução de outras faixas de terra.
Corrige-se a inflação, podando a despesa.

O desemprego desaparece pela improvisação de trabalho.

A epidemia é sustada pela vacina.

Existe, porém, uma crise estranha – e das que mais afligem os povos – francamente inacessível à intervenção dos poderes públicos, tanto quanto aos recursos da ciência nas conquistas modernas.

Referimo-nos à crise da intolerância que, desde o travo de amargura, que sugere o desânimo, à violência do ódio, que impele ao crime, vai minando as melhores reservas morais do Planeta, com a destruição conseqüente de muitos dos mais belos empreendimentos humanos.

Para a liquidação do problema que assume tremendo vulto em todas as coletividades terrestres, o remédio não se forma de quaisquer ingredientes políticos e financeiros, por ser encontrado tão-somente na farmácia da alma, a exprimir-se no perdão puro e simples.

O perdão é o único antibiótico mental suscetível de extinguir as infecções do ressentimento no organismo do mundo.

Perdão entre dirigentes e dirigidos, sábios e ignorantes, instrutores e aprendizes, benevolência entre o pensamento que governa e o braço que trabalha, entre a chefia e a subalternidade.

Consultem-se nos foros – autênticos hospitais de relações humanas – os processos por demandas, questões salariais, divórcios e desquites baseados na intransigência doméstica ou na incompatibilidade de sentimentos, reclamações, indenizações e reivindicações de toda ordem, e observe-se, para além dos tribunais de justiça, a animosidade entre pais e filhos, a luta de classes, as greves de múltiplas procedências, as queixas de parentela, os duelos de opinião entre a juventude e a madureza, as divergências raciais e os conflitos de guerra, e verificaremos que, ou nos desculpamos uns aos outros, na condição de espíritos frágeis e endividados que ainda somos quase todos, ou a nossa agressividade acabará expulsando a civilização dos cenários terrestres.

Eis por que Jesus, há quase vinte séculos, nos exortou perdoarmos aos que nos ofendam setenta vezes sete, ou melhor, quatrocentos e noventa vezes.

Tão só nessa operação aritmética do Senhor, resolveremos a crise da intolerância, sempre grave em todos os tempos.

Repitamos, no entanto, que a preciosidade do perdão não se adquire nos armazéns, por que, na essência, o perdão é uma luz que irradia, começando de nós.
*
Colaboração:
Antônio Sávio de Resende – Tonhão
email’s: asavio921@uol.com.br; asavio01@uol.com.br; asavio@uaivip.com.br; asavio.fcvv@gmail.com;
“Se você encontra uma pessoa difícil em sua intimidade, essa é a criatura exata que as leis da reencarnação lhe trazem ao trabalho de burilamento próprio, desse modo, abençoemos se quisermos ser abençoados”.
André Luiz & Chico Xavier. Livro: Tempo e Nós. Lição: Convivência.

Mensagem do Antônio

20151127_Antônio
*
* Pindamonhangaba-SP – Sexta-feira
* 27/nov/2015
*
*** .
*** Mensagem do Antônio
*** .
*
Amigo(a),
Sejamos Abençoados!
Saúde!
*
Fico muito feliz com a chegada de cada pessoa.
Seja e pessoa identificada ou não.
A adesão às Redes de Amor caracterizam o bom espírito.

Cada um que se manifesta explicitamente é uma nova estrela a brilhar no meu céu… muito importante nas noites escuras!!!

Luz Cintilante!
*
Desejo que o seu Novo Dia Concedido seja: Feliz!
*
Fraternalmente,
Leal – aprendiz em todas as instâncias da Vida
Encarnado há 27.522 dias.
Eu TE Agradeço Senhor!
*
*** https://sinapseslinks.wordpress.com/
*** https://www.facebook.com/sinapses.links