Sonhos

20140623_Dr_Formiga
*
A VISÃO ESPÍRITA DOS SONHOS
LA VISIÓN ESPIRITA DE LOS SUEÑOS

A enciclopédica de Diderot (Denis, 1713-1784), no verbete “Sonambulismo”, relata a história de um jovem sacerdote que se levantava à noite, dirigia-se ao seu escritório e escrevia longos sermões e retornava ao leito.
La enciclopedia de Diderot (Denis, 1713-1784), en la acepción “Sonambulismo”, relata la historia de un joven sacerdote que se levantaba por la noche, se dirigía a su escritorio y escribía largos sermones y volvía a la cama.

Seis meses depois o indivíduo sonha com o local em que perdera o canivete. Ao despertar procura e acha o objeto.
(F.H. Myers, La Concience Subliminale, Annales Phychiques).
Seis meses después el individuo sueña con el lugar en que perdió el sacapuntas. Al despertar busca y encuentra el objeto (F.H. Myers, La Concience Subliminale, Annales Physchiques)

Pode-se provocar sonhos por hipnose e induzir uma pessoa a sonhar com outra?
¿Se puede provocar sueños por hipnosis e inducir a una persona a soñar con otra?
Sim, responde o Dr. Sherenk-Notzing (Munique-Alemanha), após experiência hipnótica com a sensitiva Lina (clarividente).
Seus resultados são muito importantes para a discussão do homem como um ser de natureza bio-psico-socio-espiritual.
Sí, responde el Dr. Sherenk-Notzing (Munich-Alemania) después de una experiencia hipnótica con la sensitiva (clarividente) Lina. Sus resultados son muy importantes para la discusión del hombre como un ser de naturaleza bio-psico-social-espiritual.

O pesquisador deu à sensitiva, a ordem pós-hipnótica de sonhar, na noite seguinte, com uma determinada pessoa, não esquecer o sonho e contá-lo no dia imediato.
El investigador dio a su sensitiva la orden pos-hipnótica de soñar, a la noche siguiente, con una determinada persona, no olvidando el sueño y contándolo al día siguiente.

Pela manhã, ao acordar, e em presença dos pesquisadores, contou o que aconteceu durante a noite.
Por la mañana, al despertar, y en presencia de los investigadores, contó lo que ocurrió durante la noche.

A hipótese de uma transmissão, através do pensamento de um dos pesquisadores auxiliares, era inviável por vários motivos, até porque uma visita casual de uma amiga do Sr. F.L., foi relatada pela clarividente e identificada, posteriormente, com base na descrição da sensitiva.
La hipótesis de una transmisión, a través del pensamiento de uno de los investigadores auxiliares, era inviable por varios motivos, hasta porque una visita casual de una amiga del Sr. F. L., fue relatada por la clarividente e identificada, posteriormente, con base en la descripción de la sensitiva.

O fenômeno a que se dá a designação de dupla vista tem alguma relação com o sonho e o sonambulismo?
¿El fenómeno a que se da la designación de doble vista tiene alguna relación con el sueño y el sonambulismo?

PALESTRA “O SONO E OS SONHOS NA VISÃO ESPÍRITA”
11 DE SETEMBRO 2015 (sexta-feira). 20 HORAS
GRUPO ESPÍRITA DE EVANGELIZAÇÃO
RUA JUBAÍ, 107. BENTO RIBEIRO
Ponto de referencia
Habib’s Intendente Magalhães, Rio de Janeiro, RJ. 417
Artigos referências
“A visão Espírita dos Sonhos” e “O Sonho de Nieta e o Pesadelo de Teresa”.
Portal A ERA DO ESPÍRITO. http://www.aeradoespirito.net/ArtigosLCF/INDICE_ArtigosLCF.html

O Lar

20121004_chico_xavier_foi_eleito
*
O LAR

Pelo Espírito Néio Lucio. Psicografia de Francisco Cândido Xavier.
Livro: Esperança e Vida. Lição nº 10 Página 30.
 

O lar não é somente o santuário de alvenaria, onde reconfortas o corpo. É também o reino das almas, onde o teu coração reclama a bênção da paz e a alegria de viver.

É o templo, em cujo altar vivo o Senhor nos situa o espírito para o aprendizado na escola humana.

Aprende a servir dentro dele, a fim de que possas representar dignamente o papel que te cabe no mundo.

Semeia, aí dentro, no recinto abençoado que te viu crescer, a bondade e o entendimento.

Quando não fores compreendido por aqueles que te cercam nos laços da consanguinidade, cultiva o auxílio silencioso, em benefício dos que te rodeiam.

Em casa, quase sempre, aliam-se a nós os amores mais santos, construindo-nos o paraíso mais doce, e prendem-se ao nosso temporário destino na Terra as aversões mais profundas em tempestades do sentimento.

Sob o véu misericordioso da reencarnação, amigos e adversários aí se congregam, disputando o prêmio do aprimoramento espiritual.

Em razão disso, e possível sofras, no campo familiar os tormentos mais rudes, entretanto, não te desesperes, nem te desanimes..

Ilhado pelas incompreensões perdoa e serve sem descansar.

Fustigado pela discórdia, não te confies à tristeza destrutiva.

Regozija-te com a possibilidade de recapitular pequeninas experiências, lutando pela própria regeneração,

Se compulsoriamente afastado daqueles que amas em razão da rebeldia deles mesmos, ampara com as vibrações do pensamento amigo aqueles que te expulsam.

Um dia, a luz brilhará sobre a mente crepuscular dos nossos companheiros infelizes, assim como o dia volta a raiar, ao fim de cada noite.

Jamais te esqueças de que o Lar é uma Bênção de Deus na Terra.

Não grites, nem te revoltes, dentro dele.

Não te entregues à crueldade ou ao desalento, entre as suas fronteiras de amor.

Lembra-te de que a tua casa é bendito refúgio do teu pão, dos teus sonhos e do teu estímulo ao trabalho renovador.

No lar, temos o nosso mais valioso curso de abnegação e fraternidade e, quando praticarmos o ensinamento do amor puro, com quem nos partilha a mesa e se entrelaça conosco, através do calor do mesmo sangue, então estaremos inteiramente habilitados para seguir com Jesus, no apostolado do bem à Humanidade inteira.
 
*
Colaboração:
Antônio Sávio de Resende – Tonhão
asavio.fcvv@gmail.com
*