Positividade

20150901_Positividade

A POSITIVIDADE
– A positividade resulta de hábitos e padrões de pensamentos saudáveis que podem ser inatos ou resultantes de uma prática e treinamento diário. *Por que é tão difícil?
– Uma experiência dolorosa cria uma ferida que será reativada e até reforçada por acontecimentos semelhantes ao primeiro.
– Se alguém me toca e não houver uma ferida não me dói … apenas será uma experiência dolorosa se houver uma ferida. *Metáfora do abraço.
– Na maioria das vezes o problema não é o que os outros fazem, mas sim o fato de tocarem numa ferida que existe e ativa dores profundas.
– A vivência repetida de certos acontecimentos negativos que reforçam um primeiro desencadeia sentimentos de ameaça e mecanismos de defesa inconscientes.
– A nossa negatividade surge pelo medo de vivenciar experiências dolorosas e partimos do princípio de que tudo é uma ameaça e que tudo é mau. Uma forma ilusória de evitar mais decepções, sofrimentos e perdas.
– Essa mentalização negativa programa o cérebro para se focar apenas no que é mau e acabamos por desvalorizar o que é bom e passamos a vida em sofrimento
desnecessariamente. * Exemplo da mulher grávida.

COMO SER POSITIVO?
– Uma fórmula muito interessante e que resulta bem como exercício para desenvolver a positividade são as poderosas afirmações positivas.

– ATENÇÃO: forma de pensar, palavras e reações a comportamentos dos outros.
– Ser postivo dá mais trabalho do que ser infeliz. Afinal, para ser infeliz é só seguir o fluxo, enquanto para ser positivo é preciso mudar o “remar contra a maré”. E tudo isso é uma questão de escolha.
– Tudo o que atraímos resulta de quem somos. Positividade – felicidade.

TODA SUA (José Oliva )
Ainda que o tempo passe e você ache que nunca mais, eu vou ser toda sua. Ainda que não lembre meu gosto e não reconheça meu rosto, ainda que evite pensar. Ainda que nesse momento você não se sinta capaz, eu vou ser toda sua. Ainda que esteja sem força, a água secando na boca, ainda que tema se olhar.
Queira, acredite, me aguarde: eu vou ser, de verdade. Ou eu vou ser toda sua ou não me chame … Ainda que essa ventura pareça distante demais, eu vou ser toda sua. Ainda que me imagine dos outros, prazer e alegria dos outros e maldiga a hora em que me desejou.
Queira, acredite, me aguarde: eu vou ser, de verdade. Ou eu vou ser toda sua ou não me chamo … felicidade.

Autoria: Professora Patrícia Teberga
Pindamonhangaba-SP

Anúncios

Seu comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s