Envelhecer

20140930_Envelhecer
*
E N V E L H E C E R

“Entra pela velhice com cuidado,
Pé ante pé, sem provocar rumores
Que despertem lembranças do passado,
Sonhos de gloria, ilusões de amores.

Do que tiveres no pomar plantado,
Apanha os frutos e recolhe as flores
Mas lavras ainda e planta o teu eirado
Que outros virão colher quando te fores.

Não te seja a velhice enfermidade!
Alimenta no espírito a saúde!
Luta contra as tibiezas da vontade!

Que a neve caia! o teu ardor não mude!
Mantém-te jovem, pouco importa a idade!
Tem cada idade a sua juventude.”

Manuel Bastos Tigre
*
Colaboração:
Telma_Canettieri_Ferrari
Pindamonhangaba-SP

PADRÃO VIBRATÓRIO DE UMA CASA

20140927_Padrão_vibratório
*
PADRÃO VIBRATÓRIO DE UMA CASA (Almir Paes)…

O padrão vibratório de uma casa “tem relação direta com a energia e o estado de espírito de seus moradores.”

Tudo o que pensamos e fazemos, as escolhas, os sentimentos, sejam bons ou ruins, SÃO ENERGIAS. O resultado “reflete nos ambientes, pessoas e situações.” O corpo é nossa primeira morada e nossa casa, sua extensão. É ela que nos acolhe, protege e guarda nossa história. Da mesma forma que limpamos, nutrimos e cuidamos da vibração de nosso corpo, devemos estender esses cuidados e carinhos ao lar.

Mais que escolher o imóvel e enfeitá-lo com móveis e objetos – muitas vezes guiados apenas por modismos ou pura praticidade – a elaboração da atmosfera de um ambiente é importante porque reflete a personalidade de seu dono, dando pistas sobre seus gostos, estilo de vida, história e sonhos. Há quem acredite que, colocando cristais, sinos de vento, fontes, espelhos, instrumentos do feng shui, é possível atrair bons fluídos e equilíbrio para dentro de casa. “‘Mas, é MUITO POUCO, pois a personalidade de um ambiente vai além.

Ela é conseguida dia após dia, não apenas com técnicas, mas com pequenos atos de carinho e com muita energia boa.'” Além de atrair bons fluídos para nosso lar, temos todas as condições de criá-los no interior do próprio ambiente. O conjunto de pensamentos, sentimentos, estado de espírito, condições físicas, anseios e intenções dos moradores fica impregnado no ambiente, criando o que se chama de egrégora.

Você, com certeza, já esteve em uma residência ou ambiente onde sentiu um profundo bem-estar e sensação de acolhimento, independentemente de beleza, luxo ou qualquer outro fator externo. Essa atmosfera gostosa, sem dúvida, era dada principalmente pelo estado de espírito positivo de seus moradores. Infelizmente, hoje em dia, é muito mais corriqueiro entrarmos em ambientes que nos oprimem ou nos dão a sensação de falta de paz e, às vezes, até de sujeira, mesmo que a casa esteja limpa. A vontade é ir embora rapidamente, “ainda que sejamos bem tratados.”

O que “poucos sabem” é que as paredes, objetos e a atmosfera da casa têm memória e registram as energias de todos os acontecimentos e do estado de espírito de seus moradores. Por isso, quando pensar na saúde energética de sua casa, tome a iniciativa básica e vital de impregnar sua atmosfera apenas com bons pensamentos e muita fé. Evite brigas e discussões desnecessárias.

“Observe seu tom de voz: nada de gritos e formas agressivas de expressão.” Não bata portas e tente assumir gestos harmoniosos, cuidando de seus objetos e entes queridos com carinho. Não pense mal dos outros. Pragas, NEM PENSAR!! Selecione muito bem as pessoas que vão freqüentar sua casa. Festas, brindes e comemorações alegres são bem-vindas porque trazem alegria e muita energia, mas cuidado com os excessos.

Nada de bebedeiras e muito menos uso de drogas, que atraem más energias. Se você nutre uma mágoa profunda ou mesmo um ódio forte por alguém, procure ajuda para limpar essas energias densas de seu coração. Lembre-se que sua casa também pode estar contaminada. Aprenda a fazer escolhas e determine o que quer para sua vida e ambiente onde mora. Alegria, amor, paz, prosperidade, saúde, amizades, beleza já estão bons para começar, não é mesmo? Reflita sobre como você vive em sua casa, no que pensa, como anda seu humor e reclamações do seu dia-a-dia. “Tudo isto interfere no seu astral.”

Aplica-se TAMBÉM a empresas, consultórios, escritórios etc…
*
Colaboração:
Alfredo Correa
São Paulo-SP

Memória

20140925_Memória
*
Memória
*
A N O S O G N O S I A

Que alívio ter conhecimento disto!Desde há uns tempos que andava preocupado porque:

1.Não me recordava dos nomes próprios;

2.Não me recordava onde deixava algumas coisas;

3.Quando estou a conversar e tenho que interromper o pensamento por ser interrompido, tenho dificuldades de continuar com a conversa no ponto em que a tinha deixado; enfim, creio que começava a pensar que tinha um inimigo dentro da minha cabeça, cujo nome começa por Alz…

Hoje li um artigo que me deixou bem mais tranquilo, por isso passo a transcrever a parte mais interessante:

“Se tu tens consciência dos teu problemas de memória, então é porque ainda não tens problemas”

Existe um termo médico que se chama ANOSOGNOSIA, que é a situação em que tu não te recordas temporariamente de alguma coisa. Metade dos maiores de 50 anos, apresentam algumas falhas deste tipo, mas é mais um facto relacionado com a idade do que com a doença.

Queixar-se de falhas de memória, é uma situação muito comum em pessoas com 50 ou mais anos de idade.Se traduz por não recordar um nome próprio, entrar numa divisão da casa e esquecer-se do que se ia lá fazer ou buscar, esquecer o título de um filme, actor, canção, não se lembrar onde deixou os óculos, etc. etc..

Muitas pessoas preocupam-se, muitas vezes em excesso, por este tipo de esquecimento. Daí uma informação importante:”Quem tem consciência de ter este tipo de esquecimento, é todo aquele que não tem problemas sério de memória. Todos aqueles que padecem de doença de memória, com o inevitável fantasma de Alzeimer, são todos aqueles que não tem registo do que efetivamente se passa”.

B. Dubois, professor de neurologia de CHU Pitié-Salpêtrière,encontrou uma engraçada, mas didáctica explicação, válida para a maioria dos casos de pessoas que estão preocupadas com os seus esquecimentos:

“Quanto mais se queixam dos seus problemas de memória, menos possibilidades têm de sofrer de uma doença de memória”.

Este documento é dedicado a todos os esquecidos de que me recordo.Se esquecerem de o compartilhar, não se preocupem porque não será Alzeimer… são os muitos anos que vos pesam dentro das vossas cabeças.
*
Colaboração:
Eliane Freitas Braga
Pindamonhangaba-SP

Os 10 Livros mais votados

SinapsesLinks

*

Os 10 Livros mais votados

1º – Nosso Lar
Gênero: Vida no Além, FEB, Ditado pelo Espírito de André Luiz Psicografia de: Francisco Cândido Xavier 233 pontos

2º – Paulo e Estêvão
Gênero: Romance, FEB, Ditado pelo Espírito de Emmanuel Psicografia de: Francisco Cândido Xavier 194 pontos

3º – Parnaso de Além-Túmulo
Gênero: Poesia, Trova, FEB, Ditado por diversos Espíritos Psicografia de: Francisco Cândido Xavier 144 pontos

4º – O Problema do Ser, do Destino e da Dor
Gênero: Filosófico, FEB, Autor: Léon Denis 103 pontos

5º – Memórias de um Suicida
Gênero: Vida no Além, FEB, Autor espiritual: Camilo Castelo Branco Psicografia de: Yvonne do Amaral Pereira 84 pontos

6º – A Caminho da Luz
Gênero: Filosófico, FEB, Autor espiritual: Emmanuel Psicografia de: Francisco Cândido Xavier 78 pontos

7º – O Espírito e o Tempo
Gênero: Científico, EDICEL, Autor: José Herculano Pires 59 pontos

8º – Há 2.000…

Ver o post original 60 mais palavras