Flores para você!

20140830_Flores_para_você

Anúncios

O Céu pode Esperar

Céu 1

Pinda folder
*
O CÉU PODE ESPERAR!

Adaptação para teatro do romance espírita O CÉU PODE ESPERAR!, do Espírito Antônio Carlos, psicografado pela médium Vera Lúcia Marinzeck de Carvalho, a mesma autora de “Violetas na Janela”.

Sete atores interpretam trinta personagens, em cenas temperadas com bom humor e repletas de ensinamentos espirituais, que revelam que o céu pode esperar, por aqueles que fazem o bem na Terra, praticando o amor, a abnegação e a fraternidade.
Depois da morte de Alexandre, o filho a quem amava tanto, Pedro perdeu a vontade de viver. Sua esposa, Mônica, apaixonou-se por outro homem e a filha de dezessete anos está grávida. Arrasado Pedro quer acabar com a sua vida, mas como o suicídio é um pecado grave, resolve então ajudar aqueles que estão em perigo, na esperança de encontrar a própria morte. Enfrenta então várias situações perigosas, mas não consegue atingir seu objetivo, e ao contrário do que imagina, ele acaba ajudando e salvando várias pessoas de situações difíceis complicadas.

A partir daí, começam a acontecer cenas engraçadas e eventos inusitados que vão culminar com um final surpreendente.

GÊNERO = COMÉDIA
DURAÇÃO = UMA HORA E TRINTA MINUTOS

ELENCO = CARLOS EBANO = JOANA D’ARC = ÉRIKA CAROLINE = RENATA DURÃES =
ANNA DELLIS = IGOR KADORE= MILTON MERLUCCI

PRODUÇÃO = TROUPE TEATRAL PAULISTANA
PRODUÇÃO EXECUTIVA = CRISTINA MACHADO
ADAPTAÇÃO e DIREÇÃO = MILTON MERLUCCI

# INFORMAÇÕES :
TELEFONES: (11) 2819-9130 = (11) 96364-0554 = (11) 99249-5544

E-MAIL : (troupeteatralpaulistana@hotmail.com)

O Espelho de Gandhi

20140825_Gandhi
*
O Espelho de Gandhi
*
Perguntaram a Mahatma Gandhi quais são os fatores que destroem os seres humanos. Ele respondeu: “A Política, sem princípios; o Prazer, sem compromisso; a Riqueza, sem trabalho; a Sabedoria, sem caráter; os negócios, sem moral; a Ciência, sem humanidade; a Oração, sem caridade.

A vida me ensinou que as pessoas são amigáveis, se eu sou amável; que as pessoas são tristes, se estou triste; que todos me querem, se eu os quero; que todos são ruins, se eu os odeio; que há rostos sorridentes, se eu lhes sorrio; que há faces amargas, se eu sou amargo; que o mundo está feliz, se eu estou feliz; que as pessoas ficam com raiva quando eu estou com raiva e que as pessoas são gratas, se eu sou grato.

A vida é como um espelho: se você sorri para o espelho, ele sorri de volta. A atitude que eu tome perante a vida é a mesma que a vida vai tomar perante a mim.

Quem quer ser amado, ama. O caminho para a felicidade não é reto. Existem curvas chamadas EQUÍVOCOS, existem semáforos chamados AMIGOS, luzes de cautela chamadas FAMÍLIA, e tudo se consegue se tens: um estepe chamado DECISÃO, um motor poderoso chamado AMOR, um bom seguro chamado FÉ, combustível abundante chamado PACIÊNCIA, mas acima de tudo um motorista habilidoso chamado DEUS!”

Gandhi
*
Colaboração:
Mario Leal Filho
São Paulo-SP