Psicografia

*
Link permanente para esta mensagem:___ http://wp.me/p1oMor-ePm
*

*
Psicografia
*

Critérios básicos para avaliar a qualidade das mensagens
✔ O apego à racionalidade, à lógica e ao bom senso.
✔ Coerência nas idéias e a ausência de contradições.
✔ A correção no estilo e o emprego adequado da linguagem.
✔ A qualidade moral.
✔ O valor literário, artístico, histórico, filosófico ou científico.
✔ A originalidade e a contribuição que oferecem com novas idéias e reflexões.

Fixando esses critérios como referência central, qualquer grupo mediúnico está em condições de realizar uma exaustiva e honesta avaliação das mensagens que está recebendo, reafirmando, assim, sua seriedade e objetividade, protegendo-se de qualquer tentativa de engano ou de manipulação.

Com a participação de bons médiuns, dirigentes e equipes de trabalho idôneo, fomentando o intercâmbio mediúnico com propósitos nobres e elevados, dispondo de uma sólida formação doutrinária e contando em todos os momentos com a assistência, amparo e orientação de bons espíritos, os grupos espíritas podem dispor das atividades de intercâmbio espiritual tranqüilos e confiantes nos êxitos que obterão. Reunindo essas condições, desfrutarão dos mesmos benefícios que proporcionam a quem sabe buscar e merecer uma mediunidade dirigida para o bem, para o belo e para o verdadeiro.

Fonte:
Livro: Os Fundamentos do Espiritismo, página 198.
Autor: Jon Aizpúrua (Venezuelano)
Editora: C.E. José Barroso
*
Acervo do Leal – ano 1999
C:\#1_Leal\1_WPD\1999\19960101WPD_psicografia_ooo.WPD

Corpo e Mente Harmoniosos

*
Link permanente para esta mensagem:___ http://wp.me/p1oMor-ePc
*

*
Corpo e Mente Harmoniosos
*
CORPO E MENTE HARMONIOSOS: O YOGA NO COMBATE À ANSIEDADE E AO ESTRESSE

Os altos níveis de estresse e ansiedade, traços típicos da modernidade, são gerados majoritariamente pelas atribulações cotidianas e são pontos de partida para o desenvolvimento de inúmeros distúrbios físicos e emocionais. Dentre eles, podemos destacar as doenças do coração, a tensão muscular, as dores nas costas, nos ombros e no pescoço, a cefaleia, a fadiga, a impotência sexual, a labirintite, as náuseas, a insônia e a obesidade – apenas para citarmos alguns.

No momento exato, em que somos tomados pela ansiedade e pelo estresse, realizamos respirações curtas e, portanto inadequadas, oxigenando mal nossas células. São nessas situações, em que fazemos uso da respiração alta, que aumentamos nossos batimentos cardíacos e a nossa pressão arterial, comprometendo o bom funcionamento do nosso organismo.

Com a prática do Yoga aprendemos a respirar lenta e profundamente utilizando a plena capacidade dos pulmões. As meditações, as respirações (prãnãyãmas) e os exercícios físicos (ásanas) ensinados pelo Yoga trabalham com a mente e com todo o corpo e são um excelente remédio contra o estresse e a ansiedade. Respirar corretamente é a chave para estimular a energia e a força vital que possuímos. E, ao aumentar nossa vitalidade, ganhamos mais disposição e entusiasmo para realizarmos nossas atividades diárias.
Vale lembrar que na condição de seres humanos todos nós temos limitações: a busca excessiva pela perfeição pode frustrar e deprimir.

Respeite o seu ser. Mude seu pensamento e reserve um espaço na sua vida para momentos de felicidade, permita-se sorrir, tomar um banho de cachoeira, caminhar descalço na terra ou na praia, escutar uma música que gosta ou praticar um esporte – são algumas opções que contribuem para você entrar em sintonia com seu verdadeiro “eu”. Aprenda a se amar, a se gostar, diminua seu ritmo de vida e escolha uma hora só para você. Pratique Yoga.
Seguem depoimentos de praticantes de Yoga:
“Fazia tratamento com neurologista, porque tinha muita enxaqueca, dores no corpo e na coluna, algumas vezes fui internada, fiz tomografia e outros exames que não apresentaram nada. De mês em mês ia ao médico que receitava remédios controlados. Comecei a fazer Yoga e melhorei muito, não tive mais enxaqueca, nem dores na coluna ou no corpo. Não tomo mais qualquer remédio. Muito ouvia falar da Yoga, mas não acreditava, agora tomei consciência e recomendo”. (Francisca Lisieux Almeida Souza).

“Sofria de uma dor crônica no nervo ciático que me levou a procurar a Yoga. Pratico há três meses, mas já senti uma boa melhora no nervo ciático, podendo mesmo já usar sapatos de salto. Decidi parar de fumar, é sabido do sofrimento e da luta para alcançar tal objetivo. Quando sentia muita ansiedade punha em prática a respiração que aprendi nas aulas de Yoga, que me proporcionavam equilíbrio e calma. Considero as aulas de Yoga o melhor presente que me proporcionei” (Ângela Nair Silva Marçal).
Sônia Maria Monteiro Guirado – professora de Yoga
Email: soniammg@gmail.com
Fone: (12) 9845- 6856
Pindamonhangaba-SP