Nelson Binotto de Paula

*
Link permanente para esta mensagem:___ http://wp.me/p1oMor-eMH
*

Anúncios

Seja Feliz!

*
Link permanente para esta mensagem:___ http://wp.me/p1oMor-eMB
*

*
Seja Feliz!
*
Encante-se!
Falando direto ao Coração!
Conheça a mensagem codificada. Click aqui. Grato.
Fraternalmente,
Leal – aprendiz em todas as instâncias da Vida

Yoga e o Rejuvenescimento

*
Link permanente para estya mensagem:___ http://wp.me/p1oMor-eMt
*

*
Yoga e o Rejuvenescimento
*
Na sociedade contemporânea encontramos, aos quatro cantos, inúmeros artigos em jornais, revistas e programas de TV que prometem às pessoas a fonte da juventude: são pílulas de rejuvenescimento, elixires e dietas da mocidade, verdadeiras panaceias. Neste sentido, o desejo de retardar os efeitos da senilidade tem levado um número cada vez maior de pessoas a procurar tratamentos estéticos e cirurgias plásticas. Não há nada de ruim ou anormal, em querer ter a forma física que tínhamos há dez, vinte, trinta anos, quem sabe, ou alcançar o desejado tesouro: a juventude eterna; já que ao longo dos anos percebemos diversas modificações físicas, nem sempre desejáveis.

É nesse sentido que desejamos destacar algo: mal nos damos conta para o fato de que o ritmo de vida estressante, associado a hábitos alimentares inadequados e poucas horas de sono leva ao envelhecimento precoce e compromete, sem dúvida, a nossa saúde. Deste modo, se voltar o relógio cronológico é impossível, podemos, no entanto, retardar o processo do envelhecimento e reduzir alguns sinais indesejáveis da idade.

O Yoga nos ensina que a juventude, a longevidade e a boa saúde andam juntas. Elas são resultado de uma vida equilibrada, de uma boa alimentação, da prática de exercícios físicos, e igualmente da maneira que encaramos a vida, ou seja, da “qualidade” dos nossos pensamentos – o segredo está em amor sem medidas. Quando a pessoa ama, ela é invariavelmente mais feliz e, consequentemente, consegue-se um equilíbrio físico e emocional mais facilmente.

A prática do Yoga dá a sua contribuição quanto à nossa qualidade de vida, na medida em que aprendemos que devemos estar atentos às nossas ações, isto é, estar presente em todas elas, verdadeiramente concentrados no nosso corpo, respiração, mente, naquilo que comemos, falamos e na forma que agimos. Com ela (a prática), as alterações ocorrem já durante o movimento do corpo e a concentração da mente. A realização das posturas do Yoga age em favor de um processo de limpeza no nosso corpo, elimina toxinas, melhora a circulação, e em função disso, podemos dizer: revigora a pele e o corpo.

Vigor e energia podem ser recuperados por meio de um programa de posturas, por exemplo: as posturas invertidas permitem que haja um fluxo sanguíneo diferenciado, em decorrência da gravidade. O sangue arterial rico e fresco invade o cérebro em quantidade maior, dilatando os vasos, fortificando-os e tornando-os mais resistentes à arteriosclerose. As posturas inversas são como agentes irrigadores do nosso corpo.

A respiração ensinada nas aulas também merece destaque. Respirar corretamente, ou seja, realizar a respiração completa – (baixa ou diafragmática), (média ou torácica) e (alta ou Subclavicular) – ajuda na preservação metabólica e auxilia no restabelecimento da saúde, da vitalidade e da energia física, o que promove serenidade emocional e clareza mental. Quando trabalhamos com as correções de posturas, alcançamos muitos benefícios. Além de uma coluna mais jovem e flexível, as torções massageiam todos os órgãos abdominais, o que ajuda a manter a limpeza dos intestinos, fundamental à saúde do nosso corpo.

Em síntese, a prática regular do YOGA aumenta a energia, flexibilidade e melhora a circulação sanguínea. Nos faz sentir mais jovens e cheios de vida. Através do relaxamento e do pensamento concentrado e tranquilo, conseguimos suavizar as rugas, tonificar e melhorar a elasticidade da pele, aumentando sua luminosidade.
*
Sônia Guirado
Pindamonhangaba-SP
*
Colaboração:
Maria Christina Camargo Leal