Os Magnos Ensinamentos

*
*

*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*

*
*
O Evangelho Segundo o Espiritismo

Capítulo 01 – não vim destruir a lei
Capítulo 02 – meu reino não é deste mundo
Capítulo 03 – há muitas moradas na casa de meu pai
Capítulo 04 – ninguém poderá ver o reino de deus se não nascer de novo
Capítulo 05 – bem-aventurados os aflitos
Capítulo 06 – o cristo consolador
Capítulo 07 – bem-aventurados os pobres de espírito
Capítulo 08 – bem-aventurados os que têm puro o coração
Capítulo 09 – bem-aventurados os que são brandos e pacíficos
Capítulo 10 – bem-aventurados os que são misericordiosos
Capítulo 11 – amar o próximo como a si mesmo
Capítulo 12 – amai os vossos inimigos
Capítulo 13 – não saiba a vossa mão esquerda o que dê a vossa mão direita
Capítulo 14 – honrai a vosso pai e a vossa mãe
Capítulo 15 – fora da caridade não há salvação
Capítulo 16 – não se pode servir a deus e a mamon
Capítulo 17 – sede perfeitos
Capítulo 18 – muitos os chamados, poucos os escolhidos
Capítulo 19 – a fé transporta montanhas
Capítulo 20 – os trabalhadores da última hora
Capítulo 21 – haverá falsos cristos e falsos profetas
Capítulo 22 – não separeis o que deus juntou
Capítulo 23 – estranha moral
Capítulo 24 – não ponhais a candeia debaixo do alqueire
Capítulo 25 – buscai e achareis
Capítulo 26 – dai gratuitamente o que gratuitamente recebestes
Capítulo 27 – pedi e obtereis
*

Sem Etiqueta

*
*

*
*
Sem Etiqueta
*
A nota é internacional e diz, mais ou menos assim:
Aquela poderia ser mais uma manhã como outra qualquer.

Eis que o sujeito (Joshua Bell) desce na estação do metrô de Nova York, vestindo jeans, camiseta e boné.
Encosta-se próximo a entrada.

Tira o violino da caixa e começa a tocar com entusiasmo para a multidão que passa por ali, bem na hora do rush matinal.

Mesmo assim, durante os 45 minutos em que tocou,
foi praticamente ignorado pelos passantes.
*
Amigo(a) visitante, Salve!
Estou te convidando a ver o PPS anexo.
Faça o download. Click aqui. Grato.
Observe como maioria de nós é “distraído(a)”!!!

Convivemos com as coisas mais lindas e belas, e,… nem percebemos!

Estejamos atentos!
Agradeçamos ao Pai da Vida por tudo quanto nos é dado… a cada instante!
*
Agradeço ao Amigo, de longa data, Francisco de Assis Leonel, por haver contribuído com mais esta linda mensagem.
Seja Abençoado!
Fraternalmente,
Leal -71- aprendiz em todas as instâncias da Vida
sinapseslinks@gmail.com
*

Dia do Voluntário

*
*

*
*
Dia do Voluntário
*
Ser Voluntário

•Voluntariado é o exercício da livre vontade para ajudar aos necessitados.

•Saber que temos algo para dar, mas que para oferecer é preciso ter.

•Saber que para ajudar é necessário doar-se. A generosidade não se realiza só no desejo de dar, mas na ampliação e aperfeiçoamento daquilo que damos.

•Voluntariado é aproximar-se do Ser Humano; é a possibilidade de compartilhar sentimentos e idéias. Consolar, confortar e propor novos passos na vida são bens que, somente aqueles que conhecem a si mesmo se sabem quais são as necessidades e os alimentos da alma, podem oferecer.

•Para sermos úteis à sociedade devemos ter Vontade para atuar livremente, Amor para trazer brilho a tudo o que fazemos e Inteligência para dar o que é realmente necessário.

Delia Steinberg Guzmán(Diretora Internacional da Nova Acrópole)
*
Colaboração:
Mário Leal Filho
São Paulo-SP
*