Gripe Suína

*

Anúncios

Liberdade

*

Liberdade!

Ao meu amigo filósofo Luciano Tykhé
Contemporâneo e Confrade,
Peço sua permissão para expor meu entendimento sobre:
*
Religião:
A religião é semelhante a um ônibus.
Te pega num determinado ponto e você desce quando você julgar oportuno.
Toda religião é um ônibus.
*
Liberdade:
Voltaire, o incrível Voltaire, disse:
“Não concordo com uma só das suas palavras, mas, defenderei até a morte o direito de dizê-las”. Amém!
*
Fraternalmente,
Leal – aprendiz em todas as instâncias da Vida
*

Preconceito Religioso

*

Preconceito religioso

Vou descartar as questões doutrinárias, os dogmas, as instituições religiosas… nesta abordagem.

Vou descartar as pressuposições científicas que refutam as crenças, refutam as questões de fé, fazendo-o através dos mecanismos da lógica, dos métodos científicos.

Há um preconceito religioso indesculpável; De fato, ele não é essencialmente religioso mas se opõe à religião à medida que esta ameaça a Ciência fora de seus domínios.

Muito provavelmente a religião blefou ou equivocou-se todas as vezes que invadiu este mesmo terrítório onde se reconhece que a ciência é inapta.

Este território é o da não-idéia, do impensável ou seja lá como queiram chamá-lo! Refiro-me ao que não pode ser provado, nem não-provado. A tudo o que foge de uma referência ou analogia, à derivação de uma outra idéia; O não-dito.

A Ciência torce o nariz afirmando que aúnica possibilidade de questionamento será uma “pergunta absurda”. A religião, por sua vez, inventa, delira, mas arrisca explicações que tornam-se suas doutrinas, sua fé… E por serem falhas, são atacadas pela Ciência, já que agora há algo, uma idéia, para ser testado.

Quem inventou Deus? Que é o infinito? E eterno? Não me dê uma resposta, mas sim o que eu preciso saber!

Se eu perguntar “O que falta o Homem criar?”, a resposta: “tudo o que não foi criado ainda”, é apenas uma resposta, mas não fornece o que eu preciso saber. Afinal, que é esse “tudo”? Oras, esse “tudo” não pode ser dito!

Enquanto a Ciência considera um valor menor à Metafísica, a Religião, pelo menos, a considera pertinente; Fundamental!

É sob essa liberdade que a Religião sofre preconceito dos analíticos, dos cientistas. Ante a impossibilidade destes últimos oferecerem qualquer constribuição, desaprovam, à priori, qualquer elaboração neste sentido.

Antes mesmo da Verdade, a Liberdade.
*
Autor: Luciano Tykhé
Site: http://lucianotykhe.blogspot.com/
*