Planeta Azul

*

Dia Mundial da Terra: vida ou morte para o Planeta Azul?

Por Cristiana Afonso e Mariana Albuquerque
jpn@icicom.up.pt
Publicado: 22.04.2009

Marcadores: Ambiente , Astronomia , Ciência

No dia em que se celebra a Terra, o JPN tentou desvendar os segredos do futuro do Planeta Azul. E porque as teorias são muitas e diversificadas, ouviu as vozes da Ciência e do Oculto…

O Dia Mundial do Planeta é assinalado, esta quarta-feira, com um alerta para a necessidade de proteger o meio ambiente. Num momento em que se avaliam as conseqüências das alterações climáticas, o futuro da humanidade é cada vez mais objecto de reflexão de especialistas. Das teorias científicas às profecias da antiguidade, muitas são as visões que ditam alterações no mundo.

“O mais provável, com base nas observações que temos é que o universo se vai expandir para sempre”, explica Filipe Pires, do Centro de Astrofísica da Universidade do Porto (CAUP). “E o mais curioso é que as observações parecem indicar que, em vez de, a pouco e pouco, a aceleração ser menor, é cada vez maior”, acrescenta. Filipe Pires refere que os astrónomos ainda não conseguiram descobrir a força responsável pela expansão do universo.

Prevista está também, segundo o astrónomo, a morte do Sol. “Enquanto tiver hidrogénio suficiente vai continuar a produzir energia. Quando acabar o hidrogénio, o sol vai apagar”, explica. O coordenador da unidade de divulgação do CAUP acredita que esta transformação ocorrerá dentro de cinco mil milhões de anos. No entanto, “nenhuma espécie da Terra viveu tanto tempo e, portanto, não é de esperar que a espécie humana consiga sobreviver até à fase final de vida do sol”, revela o investigador do CAUP.

O perigo de colisão de asteróides com a Terra está também na lista de preocupações dos astrónomos. “É uma possibilidade muito real”, admite Filipe Pires. “Quando colidem, além da cratera de impacto que causam naquele local, levantam muitas poeiras que vão cobrir a atmosfera, impedindo a entrada da radiação solar”, esclarece o astrónomo.

Em terrestre rumo à face oculta dos astros, o JPN procurou também conhecer a previsão de um médium sobre o futuro da humanidade. Luís Alves, conhecido como “Mestre Alves” acredita que “até 2020 podem desaparecer grandes países deste mundo”, devido à fusão dos continentes num só.

O vidente não considera a possibilidade de haver um fim para a humanidade, mas prevê “grandes mudanças no clima, na alimentação e nas próprias pessoas”.

Apesar das várias teorias científicas, religiosas e até esotéricas, o amanhã do Planeta Azul ainda é uma incógnita.

No calendário da civilização Maia, está, porém, assinalado o ano 2012 como sendo a data em que um acontecimento transformará o mundo.
*
Fonte:
http://jpn.icicom.up.pt/2009/04/22/dia_mundial_da_terra_vida_ou_morte_para_o_planeta_azul.html
*
Publicado em: SinapsesLinks
http://sinapseslinks.blogspot.com/
*

Seu comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s