João de Deus

*

BARBARA GANCIA

Experiência de fé?
————————————————–
De cada cinco pessoas que andam pela rua principal de Abadiânia, duas se locomovem de cadeira de rodas
————————————————–

ATÉ A SEMANA passada, nunca tinha ouvido falar em João de Deus. Mas no último domingo fui almoçar na casa de um amigo e acabei saindo de lá decidida a ir até Abadiânia (GO) para conhecer o trabalho do homem que é considerado o sucessor de Chico Xavier.

Luiz Pastore, o amigo que ofereceu o almoço, vem a ser a mesma pessoa que hospedou, no fim do ano, em Paraty (RJ), Christian Martin Wölffer, 70, o empresário alemão que morreu depois de ser atropelado por uma embarcação. Saiu em todos os jornais e telejornais, e até agora a polícia não identificou o responsável pelo acidente.

Quando veio recuperar o corpo do pai para levá-lo de volta aos EUA, a filha de Christian Wölffer passou uns dias na casa de Luiz. E deu a ele o DVD de um documentário realizado no Brasil, que ela ajudou a produzir, intitulado “John of God”.

João de Deus é um médium espírita que realiza “cirurgias espirituais” na mesma linha de Zé Arigó, que nos anos 60 ficou famoso por “incorporar” o “doutor Fritz”. E, como Luiz sofre de um sério problema no quadril que o faz padecer de dores constantes, resolvemos interpretar a sincronicidade dos fatos como uma espécie de chamamento.

Formamos um grupo de quatro pessoas com Luiz, um funcionário dele que está com câncer na medula, o cineasta Bruno Barreto, que foi de curioso, e eu, que entrei na história por conta de uma doença na família.

Chegamos à pequena Abadiânia, localizada a 115 km de Brasília, na tarde de terça-feira. Não imaginava que um povoado com cerca de 10 mil habitantes nos cafundós de Goiás pudesse ser um destino internacional tão requisitado.

A cidade, que mais parece uma grande enfermaria, gira em torno da Casa D. Inácio de Loyola, onde são realizadas as “cirurgias” em cerca de 800 pessoas ao dia. De cada cinco visitantes que andam pela rua, dois se locomovem de cadeira de rodas. E ao menos quatro são estrangeiros.

Para acomodar essa clientela, os cartazes do comércio de Abadiânia são escritos em inglês e há uma profusão de tradutores trabalhando na cidade, que é toda equipada por rampas de acesso para deficientes.

Na quarta-feira, antes de o sol raiar, nós já estávamos na casa, eu com a foto do meu familiar embaixo do braço e Bruno com sua câmera de filmagem rodando a mil. Depois de uma reza, o médium começou a operar diante de todos os presentes. Abro aqui um parêntese para esclarecer que não sou mais tonta do que a média. Pois eu vi com meus olhos (que a terra há de comer e sofrer para digerir) médium João abrir um talho de 5 cm no seio de uma mulher sem que ela esboçasse a mínima reação. Ele então enfiou a ponta de uma tesoura cirúrgica dentro do corte e cutucou a incisão com vigor. Mas apenas umas poucas gotas de sangue escorreram sobre o peito da “paciente”. Finalmente, ele retirou lá de dentro o que parecia ser um caco de cristal, bateu no ombro dela e disse: “Pode ir”.

Depois da cerimônia, ainda meio grogue pela intensidade dos eventos presenciados, conheci um americano que alega ter sido curado de cegueira.

Estive também com um engenheiro formado em Stanford que diz ter se livrado de convulsões.

Não me pergunte se voltei de Abadiânia cética ou crédula. Certas manifestações não se questionam, cabe apenas vivenciá-las. O tempo dirá se Luiz, seu funcionário e meu familiar irão ou não se restabelecer.

barbara@uol.com.br
www.barbaragancia.com.br
*
Fonte:
http://www1.folha.uol.com.br/fsp/cotidian/ff0602200903.htm
JFSP 06FEV09C2
*
Publiquei:
SinapsesLinks
http://sinapseslinks.blogspot.com
*
Janelas da Alma:
https://sites.google.com/site/eudisonleal/
*

Anúncios

Seu comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s