10.000 Visitas

Eu te amo em 25 idiomas!

Alemanha – Ich Liebe Dich!
Aruba – Mi Ta Stima Bo!
China – Wo Ai Ni!
Esperanto – Mi Amas Vin!
Estado Unidos – I Love You!
França – Je T’aime!
Grécia – S’ayapo!
Havaí – Aloha Wau Ia ‘Oe!
Holanda – Ik Hou Van Jou!
Hungria – Szeretlek Te’ Ged!
Índia – Neenu Ninnu Pra’mistu’nnanu!
Índios Sioux – Techihhila!
Indonésia – Saya Cinta Kamu!
Irã – Mahn Doostaht Doh-Rahm!
Irlanda – Taim I’ngra Leat!
Itália – Ti Amo!
Japão – Anatawo Aishiteimatsu!
Noruega – Eg Elsker Deg!
Pérsia – Tora Dost Daram!
Português – Eu Te Amo!
Quênia – Tye-Mela’ne!
Romênia – Te Ador!
Rússia – Ya Tyebya Lyublyu!
Tibet – Nga Rang Lha Ga Bu Du!
Vietnã – Toi Yeu Em!
*

Anúncios

Carreata

CARREATA (car.re.a. ta)

Na última terça-feira, 19 de agosto, o nadador paulista Cesar Cielo retornou ao Brasil após ter conquistado medalha de ouro nas olimpíadas. Em comemoração à conquista, o atleta participou de uma carreata com o Corpo de Bombeiros pelas ruas de São Paulo .

A palavra “carreata” é recente em nosso idioma e até o momento só é utiliizada no Brasil. Formou-se através da palavra “carro” e do sufixo “ata”, em analogia ao termo “passeata”. Enquanto “passeata” se refere a uma manifestação pública de comemoração ou reivindicação feita por marcha coletiva, “carreata” designa o desfile de carros com os mesmos fins.

>> Definição do Dicionário Aulete Digital:

CARREATA (car.re.a. ta) Bras.

Substantivo feminino.

1 Desfile de carros para comemoração, protesto, propaganda, campanha política etc.

[Formação: carro + -ata, por analogia com passeata.]
_____

Aulete Digital: O primeiro dicionário livre, gratuito e interativo do Brasil.
http://www.auletedigital.com.br
*

Festas

Todos os motivos para festas dignas são respeitáveis, entretanto, a caridade é a mais elevada de todas as razões para qualquer festa digna.

Ninguém há que não possa pagar pequena parcela para a realização dessa ou aquela empresa festiva, destinada à sustentação das boas obras.

Sempre que possível, além da sua quota de participação num ato festivo, com fins assistenciais, é importante que você coopere na venda de, pelo menos, cinco ingressos, no campo de seus amigos, a benefício do empreendimento.

Mesmo que não possa comparecer numa festa de caridade, não deixe de prestar sua contribuição.

Festejar dignamente, em torno da fraternidade humana, para ajudar o próximo, é uma das mais belas formas de auxílio.

Se você não dança, não é aconselhável o seu comparecimento num baile.

Nos encontros esportivos, é melhor ficar à distância se você ainda não sabe perder.

Se você possui dons artísticos quanto puder, colabore, gratuitamente, no trabalho que se efetue, em auxílio ao próximo.

Nas comemorações de aniversário, nunca pergunte quantos anos tem o aniversariante, nem vasculhe a significação das velas postas no bolo tradicional.

Conduza o empreendimento festivo, sob a sua responsabilidade, para o melhor proveito, em matéria de educação e solidariedade que sempre se pode extrair do convívio social.

Aprendamos a não criticar a alegria dos outros.
*