52 Mega Feirão

*

MEGA FEIRÃO DO LIVRO

De: clareon@uol.com.br
Para: ep-leal@uol.com.br
Data: 06/03/2007 13:15
Assunto: Fw: 13o MEGA FEIRÃO DO LIVRO

O Alvaro Basile Portughesi estará no Mega-Feirão do Bezerra de Menezes em Santo André nos dias 10 e 11 de março autografando todos os livros de Euzébio que estarão com 50% de desconto.

Portanto com preços que serão a metade dos valores.

Endereço: Rua Silveiras, 17 – Vila Guiomar – Santo André

Obs.: Saída de ônibus gratuito a cada 30 minutos da estação do metrô São Judas.

Ida e volta.
*
*
***

54 Chupim

*

Chupim

Chupim faz “chantagem” contra outros pássaros
Ave obriga outras espécies a chocar os seus ovos

RICARDO BONALUME NETO
DA REPORTAGEM LOCAL

Por que certos pássaros aceitam tomar conta de ovos e filhotes de outros? Por causa do comportamento mafioso de aves que forçam os outros a aceitarem seus ovos, sob pena de terem seus ninhos, ovos e ninhadas totalmente destruídos.

Essa prática de chantagem foi revelada em um novo estudo sobre o chupim-cabeça-castanha (Molothrus ater), típico da América do Norte. Jeffrey Hoover, do Serviço de História Natural de Illinois, e Scott Robinson, da Universidade da Flórida, testaram o comportamento das aves e publicam o resultado hoje na revista PNAS (www.pnas.org), da Academia de Ciências dos EUA.
Eles criaram ninhos à prova de predadores para os “parasitados”, aves da espécie Protonotaria citrea (nome popular mariquita-de-garganta-preta).

Mais de 95% dos ninhos tiveram ninhadas, com ou sem ovos dos “parasitas” chupins. Mas, em 2002, ao retirarem os ovos dos chupins para outro estudo, os pesquisadores viram que apenas 60% dos ninhos eram bem sucedidos.

Para demonstrar a retaliação, um novo experimento foi feito. Os pesquisadores quantificaram a depredação em 56% dos ninhos que ficaram sem os ovos dos chupins, contra apenas 6% dos ninhos que aceitaram os ovos intrusos.

“Os comportamentos que nós documentamos são provavelmente uma extensão de comportamentos que os chupins já possuem”, disse Hoover à Folha. “Sabe-se que os chupins monitoram ninhos para saber onde colocar seus ovos. Também se sabe que eles removem um ovo antes de colocarem o seu”.

Isto é, o comportamento mafioso -palavra usada sem aspas no artigo científico- evoluiu da monitoração de ninhos. A intimidação funciona. Mariquitas que se rendem têm prole maior, indicando que o fenômeno deve continuar, apesar de colocar em risco a população da espécie o longo prazo.
*
Fonte:
Jornal Folha de São Paulo – 06mar07 – A14
http://www1.folha.uol.com.br/fsp/ciencia/fe0603200702.htm
*
*
***