52 Eternidade

*

Eternidade

O que eu tenho não me pertence
embora faça parte de mim.
Tudo o que sou me foi um dia emprestado
pelo Criador, para que eu possa dividir com
aqueles que entram na minha vida.

Ninguém cruza nosso caminho
por acaso e nós não entramos na
vida de alguém sem nenhuma razão.
Há muito o que dar e o que receber;
há muito o que aprender, com
experiências boas ou negativas.

É isso…tente ver as coisas negativas que
acontecem com você como algo que
acontece por uma razão precisa.
E não se lamente pelo ocorrido, além de
não servir de nada reclamar, isso vai lhe
vendar os olhos para continuar seu caminho.

Quando não conseguimos tirar da
cabeça que alguém nos feriu, estamos
somente reavivando a ferida, tornando-a
muitas vezes bem maior do que era no início.

Nem sempre as pessoas nos ferem
voluntariamente.
Muitas vezes somos nós que nos sentimos
feridos e a pessoa nem mesmo percebeu;
e nos sentimos decepcionados porque
aquela pessoa não correspondeu às
nossas expectativas.

Às nossas expectativas!!!

E sabemos lá quais eram as suas expectativas?
Nós tanto nos decepcionamos quanto
decepcionamos os outros.
Mas, claro, é bem mais fácil pensar nas
coisas que nos atingem.

Quando alguém lhe disser que o
magoou sem intenção, acredite nela!
Vai lhe fazer bem , Assim, talvez ela
poderá entender quando você, sinceramente,
disser que “foi sem querer.”

Dê de você mesmo o quanto puder!
Sabe, quando você se for, a única
coisa que vai deixar é a lembrança
do que fez aqui.

Seja bom, tente dar sempre o primeiro passo,
nunca negue uma ajuda ao seu alcance,
perdoe e dê de você mesmo.

SEJA UMA BENÇÃO!

Deus não vem em pessoa para abençoar.
Ele usa os que estão aqui dispostos a cumprir essa missão.

Todos nós podemos ser anjos.
A eternidade está nas mãos de todos nós.
Viva de maneira que quando
você se for, muito de você ainda
fique naqueles que tiveram a boa
ventura de encontrá-lo!!!
*
Autor não identificado
*
Colaboração: Carlos Moreira – Bauru-SP – Brasil
*
*
***